Responsabilização de Bolsonaro está mais próxima, avalia CPI