Fronteira

Suposto integrante do PCC morre em troca de tiros com a polícia na fronteira

Jefferson Yang, conhecido como Ponto 50, morreu e outra ficou ferida após troca de tiros entre grupo de criminosos e a polícia paraguaia, na manhã de hoje, na cidade de Capitan Bado, fronteira com o Brasil. Depois da ocorrência, quatro integrantes de possível facção foram presos.

Os detidos foram identificados como o brasileiro Marildão Bernardo dos Santos e os paraguaios Cesar Luis Cardozo, Ederson Balbuena Saavedra e Orlando Ramon Balbuena.
Em Capitão Bado, onde agentes realizavam controles de veículos e pessoas. Ao receberem ordem de parada, começaram a disparar contra os agentes e investigadores da Policia Nacional do Paraguai, que responderam com tiros.

O brasileiro Jefferson também foi atingido mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital da cidade de Pedro Juan Caballero distante a 140 km.

Os criminosos foram detidos e encaminhados à comissária local. Com eles a polícia apreendeu armas de guerra e várias roupas camufladas de uso exclusivo do exército.

Agentes da Seção de Investigação de Delitos investigam qual seria o objetivo do grupo criminoso que poderia ser integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) e que estaria tentando dominar a região afim de comandar o tráfico de droga da região aos grandes centros brasileiros.

A polícia não descarta que o grupo estaria se preparando para atacar alguma alta autoridade da região. Correio do estado.
fotos.Capitanbado.com


INMOBILIARIA CAPITANBADO
PUBLICIDAD:
“Lo que Buscas,Nosotros Tenemos”

Comentarios

Más popular

Arriba