Internacionales

Criminosos que explodiram carro forte levaram aproximadamente R$ 700 mil

Existe a suspeita de que o crime tenha sido arquitetado por facção

Os criminosos que roubaram carro forte na manhã de ontem, na MS-156 entre Amambai e Caarapó, fugiram levando aproximadamente R$ 700 mil em dinheiro. Informações preliminares são de que seis pessoas participaram da ação que pode ter sido orquestrada por facção criminosa. Até o momento, ninguém foi preso.

O delegado Mikaill Alessandro Gouveia Faria não confirma a quantia levada pelos bandidos e reafirmou a necessidade de preservar algumas informações para não atrapalhar as investigações.

Segundo ele, foram apreendidos dez explosivos no local e com o material coletado será possível realizar exames para identificação dos suspeitos por meio das impressões digitais. Dinamites e projéteis de arma de fogo calibre .50 também estavam no local.

Em princípio, a participação de qualquer funcionário da Brink’s Segurança e Transporte de Valores foi descartada pela polícia. O delegado pontua não ser difícil ter acesso a informações como o itinerário de carro forte.

O ROUBO

Pelo menos seis bandidos fortemente armados roubaram carro forte na manhã de terça-feira (6) em rodovia que liga as cidades de Amambai e Caarapó. Criminosos estavam com armas de fogo calibre .50 milímetros e usaram dinamites para explodir o veículo. Em seguida, fugiram com dinheiro.

O carro forte é da empresa Brinks. Após o assalto, os bandidos teriam fugido em veículo modelo Renault Duster, que em seguida foi abandonado e queimado.

Na sequência, adentraram em caminhonete e prosseguiram em fuga pela Fazenda Santa Inês, em Caarapó. Em decorrência do assalto, várias cédulas ficaram espalhadas pela rodovia.

Colaborou Renan Nucci

Fonte: Correio do Estado 

Comentarios

Más popular

Arriba