Otros

Uma rebelião no Centro de Progressão Penitenciária, resultou na fuga de 152 detentos na manhã desta terça-feira

Uma rebelião no Centro de Progressão Penitenciária (CPP3) “Prof. Noé de Azevedo”, em Bauru (349 km de São Paulo), resultou na fuga de 152 detentos na manhã desta terça-feira (24), segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária). Inicialmente, a PM (Polícia Militar) havia informado que cerca de 200 haviam escapado. A unidade prisional tem capacidade para 1.124 presos do regime semiaberto, mas, atualmente, abrigava 1.427. É a primeira rebelião do ano em presídios paulistas, segundo sindicatos de trabalhadores dessas unidades.

A SAP forneceu um número oficial de presos que fugiram cerca de 6 horas após o início do motim. De acordo com a pasta, dos 152 fugitivos, 90 foram recapturados até o início da tarde. A rebelião começou por volta das 8h.

Mais cedo, às 11h45, a secretaria disse que a situação estava controlada, e o Grupo de Intervenção Rápida, formado por agentes de segurança penitenciária, estava junto com a PM realizando a contagem dos presos, pois alguns deles aproveitaram-se da confusão para evadir-se do presídio”.

O texto diz ainda que não houve reféns e que ” parte dos evadidos já foi recapturada e será levada ao Centro de Detenção Provisória de Bauru”.

Comentarios

Más popular

Arriba