Otros

Tragédia de Sete Quedas completa 34 anos e ainda mexe com o imaginário coletivo

O complexo de Sete Quedas era recordista mundial em volume d’água…

PUBLICIDADE:
PUBLICIDADE:
TOYONORTE
Neste domingo (17), a tragédia que resultou nas mortes de 32 pessoas em Guaíra, no que deveria ser a despedida às Sete Quedas, completa 34 anos. Um dos maiores tesouros naturais do planeta saiu de cena no mesmo ano, com a inundação para a construção de Itaipu.

O complexo de Sete Quedas era recordista mundial em volume d’água e Guaíra, que chegou a ter mais de 60 mil habitantes, rivalizava com Foz do Iguaçu pela preferência dos turistas.

Para contextualizar melhor, o episódio ocorreu durante o regime militar, mais precisamente na gestão de João Batista Figueiredo.

O anúncio do fim das Sete Quedas levou a Guaíra um fluxo de turistas bem acima do habitual. No dia 17 de Janeiro de 1982, infelizmente, a queda de umas pontes causou as mortes de 32 pessoas.

PUBLICIDADE:
1argamasa grudabem


A investigação apontou causas óbvias: falta de cuidado e elevação descontrolada do número de visitantes.

A passagem trágica de fato maculou a magia do belíssimo reduto natural e no dia 13 de outubro de 1982 as comportas da recém criada usina hidrelétrica de Itaipu foram fechadas para a criação da represa.

Informações são do O Bem Dito.
PUBLICIDADE:
TONY OUTOOR

Comentarios

Más popular

Arriba