Fronteira

Temporal atinge distrito, provoca destruição e deixa cidade sem energia

O temporal provocou ainda a queda de pelo menos 30 postes de concreto de sustentação da rede elétrica naquela região. Com isso, a distribuição de energia até a cidade de Aral Moreira e algumas fazendas próximas acabou sendo afetada, deixando o município há pelo menos 20 horas sem energia, o que ocasionoutranstornos e prejuízos há comunidade e vários comerciantes da cidade.

Além dos estragos provocados pela forte chuva, a queda de pelo menos 30 postes deixou o município sem o fornecimento de energia por cerca de 20 horas, ocasionando transtornos e prejuízos há comunidade e vários comerciantes da cidade.

Várias equipes da Energisa, empresa responsável pelo fornecimento de energia, foram deslocadas para o local e intensificaram os trabalhos durante toda a tarde e noite de quarta e também na manhã dessa quinta no sentido de restabelecer o fornecimento de energia. Porém, o problema só foi solucionado definitivamente no final da manhã de hoje.
Aral Moreira (MS) – Uma forte chuva acompanhada de rajadas de ventos derrubou árvores, postes de energia, destelhou casas e deixou um rastro de destruição no distrito do Rio Verde no final da manhã dessa quarta-feira, 25 de novembro, a cerca de 30 quilômetros de Aral Moreira.

Conforme relatos de alguns moradores à reportagem do Aral Moreira News, a tempestade semelhante a um tornado ocorreu por volta das 11 horas e durou pouco menos de 10 minutos, mas o suficiente para deixar vários estragos e assustar os moradores daquela localidade. Moradores acreditam que os ventos chegaram há pelo menos 90km/hora.

Várias árvores foram arrancadas pela raiz e outras deitaram com a força do evento.

Na sede do distrito do Rio Verde várias árvores caíram e algumas casas ficaram destelhadas. Uma árvore caiu sobre uma caminhoneta provocando algumas avarias. No posto de saúde, além de parte da cobertura que ficou danificada uma antena de internet via rádio também caiu.

Na região conhecida como “Malacarne”, também próxima ao distrito, um silo e parte de um armazém de grãos teve sua cobertura danificada.

Os estragos maiores foram registrados na unidade da Coamo. A força do vento derrubou boa parte da estrutura da unidade. Uma antena também caiu sobre um carro da empresa causando grandes avarias na parte traseira. Ao entorno da empresa, onde havia uma plantação de eucaliptos vários “pés” ficaram parcialmente deitados, alguns foram arrancados pela raiz.

Apesar dos estragos não houve registros de vitimas.

Logo após o ocorrido, o prefeito Edson de David mobilizou equipes da secretaria de obras para auxiliar os moradores da Vila nos serviços de limpeza, retiradas de galhos, entre outros. Servidores das secretarias de saúde e assistência social também estiveram no local ajudando as famílias. Lonas e eternits, entre outros materiais foram distribuídas as famílias atingidas.

Aral Moreira ficou cerca de 20 horas sem energia

O temporal provocou ainda a queda de pelo menos 30 postes de concreto de sustentação da rede elétrica naquela região. Com isso, a distribuição de energia até a cidade de Aral Moreira e algumas fazendas próximas acabou sendo afetada, deixando o município há pelo menos 20 horas sem energia, o que ocasionoutranstornos e prejuízos há comunidade e vários comerciantes da cidade.

Várias equipes da Energisa, empresa responsável pelo fornecimento de energia, foram deslocadas para o local e intensificaram os trabalhos durante toda a tarde e noite de quarta e também na manhã dessa quinta no sentido de restabelecer o fornecimento de energia. Porém, o problema só foi solucionado definitivamente no final da manhã de hoje. ARALMOREIRA NEWS

Comentarios

Más popular

Arriba