Brasil

STF mantém prisão e Delcídio deve passar o natal na cadeia

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki decidiu nesta quinta-feira (17) manter o senador Delcídio do Amaral (PT) preso. A decisão foi tomada de forma monocrática por Zavascki. O ministro também manteve a prisão do chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira e concedeu medida restritiva ao banqueiro André Esteves.

Os três foram presos no dia 25 de novembro pela Polícia Federal acusados de atrapalharem as investigações da Operação Lava Jato, que investiga um esquema bilionário de corrupção envolvendo a Petrobras.

Zavascki determinou que as autoridades do Distrito Federal “providenciem a transferência” de Delcídio para um “quartel local”. Na última quinta-feira (11), Zavascki já havia pedido a transferência do senador e agora reiterou a determinação.

O ministro do STF, porém, concedeu medida restritiva ao banqueiro André Esteves. Portanto, ele ganhou a liberdade, mas vai ter que cumprir algumas regras.

Delcídio, André Esteves e Diogo Ferreira foram denunciados pela Procuradoria Geral da República (PGR) pelo crime de impedir e embaraçar a investigação de infrações penais que envolvem organização criminosa e patrocínio infiel, que é quando o advogado trai o interesse de seu cliente. O senador e o chefe de gabinete também são acusados de exploração de prestígio.(CGNews)

Comentarios

Más popular

Arriba