Fronteira

Quatro investigadores são enviados a Paranhos após policial ser executado

O delegado-geral da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, Marcelo Vargas Lopes, divulgou nesta sexta-feira (1º) uma portaria autorizando a remoção de quatro investigadores da polícia de delegacias do interior para a Delegacia de Polícia de Paranhos, cerca de duas semanas após a morte do investigador da Polícia Civil Arquiles Chiquim Jr.
PUBLICIDADE:
art forma 1

Questionada sobre o motivo dessas remoções, a assessoria da Polícia Civil informou que se tratam de remanejamentos para repor o efetivo policial de Paranhos. Recentemente, policiais do município pediram transferência por questões de segurança, já que teriam sido vítimas de ameaças após ocorrências de violência.
Em nota publicada no site da Polícia Civil, a assessoria também informou que o procedimento é comum e desmentiu as afirmações de que as transferências de policiais da Delegacia de Paranhos para outras unidades estariam prejudicando a segurança do município, pois todos os transferidos estariam sendo repostos por outros policiais.
Na publicação feita hoje no Diário Oficial do Estado, o Delegado-Geral da Polícia Civil autorizou o envio para a Delegacia de Paranhos de um investigador da Delegacia da Mulher de Jardim, um da Delegacia de Polícia de Douradina, um da Delegacia de Terenos e um de Jutí.
Fronteiraagora.

PUBLICIDADE:
13092106_1611666555820465_6080931976589998881_n

Comentarios

Más popular

Arriba