Otros

Presos arrombam cela isolada, matam detento e tentam forjar suicídio na Máxima

Presos arrombam cela isolada, matam detento e tentam forjar suicídio na Máxima

Na madrugada desta segunda-feira (5), Adonias da Silveira Felipe, de 33 anos, interno do Presídio de Segurança Máxima, foi assassinado por detentos de uma cela ‘vizinha’. Nove presos teriam serrado as grades da cela 413 e também as grades de acesso ao corredor, e foram até a cela 408, onde Adonias estava com outro detento.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, os nove presos que estavam na cela 413 serraram as grades e conseguiram sair, andando livremente pelo corredor do presídio. Eles foram até a cela 408, que é uma ala separada, onde Adonias estava desde o dia 13 de setembro, com apenas mais um preso.

A cela ocupada por Adonias fica na área de isolamento. O local é destinado a presos que solicitam o isolamento por se sentirem ameaçados de alguma forma ou por detentos que cometeram alguma falta no presídio.

Segundo as informações repassadas ao jornal, os presos executaram Adonias e ainda tentaram forjar suicídio, amarrando uma corda artesanal, uma ‘Tereza’, no pescoço do detento. No momento, apenas 8 agentes penitenciários trabalhavam no presídio, impossibilitando que eles fossem até a cela, já que 9 presos serraram as grades e andavam livremente pelo local.

Perícia foi acionada durante a manhã e foi identificado que os presos tinham ferimentos pelo corpo, já que o espaço para conseguirem sair da cela era pequeno. Eles ainda ‘recolocaram’ a cela serrada utilizando sabão como uma espécie de cola.

Recentemente, 6 agentes penitenciários foram ameaçados de morte no Presídio de Segurança Máxima, e o ‘livre acesso’ de presos a outros pontos do presídio mostram a falta de segurança no local. Além disso, foi apurado que as câmeras de segurança não capturaram imagens do local, pois não estariam funcionando corretamente.

Os presos que ocupam a cela 413 foram identificados como Diogo Alves da Silva, Fernando Benedito Monteiro, Huldson Pereira de Souza, Jaqueson Tales Martins Borges, Nilson Queiroz Santana, Thiago da Silva Firmino Padilha, Waldiney Gamarra Boabaid da Silva, Wellingyon Ribeiro da Silva e Wesley Barbosa Lima.

O corpo de Adonias foi retirado do presídio por volta das 11h30 e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil. O detento cumpria pena por roubos e tráfico de drogas.

Comentarios

Más popular

Arriba