Otros

Preso com 230 kg de maconha, luta com policial e leva tiro nas nádegas

Dois homens foram presos com aproximadamente 230 quilos de maconha por volta das 12 horas desta terça-feira, dia 31 de maio, próximo ao Posto de Fiscalização da PRF (Polícia Rodoviária Federal), localizado na BR-163, em Campo Grande. A droga estava em uma pick-up VW/Saveiro e os suspeitos tentaram fugir. Ao serem perseguidos, um deles lutou com um policial e acabou baleando nas nádegas.

A prisão foi realizada em trabalho conjunto entre policiais da Denar (Delegacia Especializada em Repressão ao Narcotráfico) e da PRF. Segundo o delegado, João Paulo Sartori, os suspeitos, Bem Hur Giordano Dias Albuquerque, 29 anos, e Marcos Felipe Silva, 23, foram abordados depois que policiais da Denar receberam denuncia anônima sobre um carregamento de droga.

O que chama atenção é que eles adesivaram a Saveiro com a logomarca de uma empresa de produtos agrícolas, que de acordo com Sartori, tinha o objetivo de dificultar a abordagem. Segundo o site Campo Grande News, de posse das informações, os policiais da Denar esperaram no posto com uma viatura descaracterizada.

Foi dada a ordem de parada ao veículo, porém eles fugiram. Após acompanhamento tático, a Saveiro foi encontrada abandonada no acostamento da rodovia. Atrás dos bancos os policiais encontraram a droga, que estava divida em tabletes.

Nesse momento os policiais viram que a dupla tentava fugir por um matagal. Eles perseguiram os suspeitos e conseguiram prender Ben Hur. Minutos depois encontraram Marcos, mas ele resistiu a prisão e lutou com os policiais. Para contê-lo foi necessário que um policial efetuasse um disparo, que o atingiu na nádega.

Escoltado, ele foi levado para uma unidade de saúde de Campo Grande e passa bem. Já o Bem Hur foi apresentado na manhã desta quarta-feira, dia 1º de junho, em coletiva realizada na Denar.

Em depoimento à polícia Ben Hur revelou que ele e Marcos foram levados para Ponta Porã por um homem ainda não identificado. Lá os dois pegaram a Saveiro “preparada” e pelo transporte da droga receberiam R$ 3 mil, mas parte do entorpecente, que seria distribuído no bairro Nova Lima, na Capital.

Conforme o delegado, Bem Hur tem passagens por tráfico de drogas e em janeiro do ano passado tinha sido preso com pelo menos 400 quilos de maconha. Já o comparsa possuí passagens por violência doméstica, posse ilegal de arma de fogo e ameaça.

Ainda em consulta, foi verificado que a Saveiro foi roubada este ano na cidade de Goiânia.
douradosnews

Comentarios

Más popular

Arriba