Otros

Prefeito nomeia esposa e cunhado para cargos do 1º escalão

Prefeito nomeia esposa e cunhado para cargos do 1º escalão

Trânsito – Aliado as unidades privadas, o retorno às aulas na Reme (Rede Municipal de Ensino) e nas escolas do Estado, fazem o trânsito douradense ficar ainda mais caótico, principalmente perto desses locais. As infrações ocorrem aos montes e a mais comum delas e a parada em fila dupla por parte de boa parte dos mal educados motoristas.

Dinheirama – Pra constar: o MPE (Ministério Público Estadual) divulgou valores gastos pelo órgão em relação ao pagamento de diárias e passagens ao longo do mês de janeiro. No primeiro mês do ano foram R$ 17.095,98 pagos em passagens e R$ 185.436 desembolsados com diárias. O Ministério Público voltou aos trabalhos no dia 9 de janeiro, após período de recesso.

Parentesco – Mais uma ação por suposta pratica de nepotismo em cidade de Mato Grosso do Sul é investigada pela promotoria. Desta vez em Corumbá, onde inquérito civil apura a nomeação da esposa e do cunhado do prefeito local, Ruiter Cunha (PSDB), para ocupar cargo de provimento em comissão no Poder Executivo.

Nepotismo – Beatriz Rosália Ribeiro Cavassa, esposa de Ruiter, foi nomeada para comandar a Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, e o cunhado dele, Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa, titular da Secretaria de Assistência Social.

Gasosa – Já em Anaurilândia, outro inquérito apura possível ato de improbidade administrativa por parte de Wilson da Silva e Celso Alves dos Santos, ex-presidentes da Câmara local, em virtude da aquisição excessiva de combustível em nome da Casa, mas para beneficiar pessoas próximas a eles.

Xadrez – Ex-presidente da Câmara de Dourados, Sidlei Alves, envolvido nas operações Uragano e Câmara Secreta, teve o Habeas Corpus cassado pelo STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e terá que cumprir os quase sete anos de prisão. A decisão foi publicada no Diário Oficial de Justiça de ontem. Alves diz que vai recorrer da medida.

Gargalhada – Reunião com o secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, ocorria normalmente na manhã de ontem na Câmara de Dourados, quando, do nada, três vereadores foram ‘contagiados’ pelo gás do riso, causando constrangimento em toda a mesa.

Gargalhada 2 – Durante a fala do secretário, Olavo Sul (PEN), Júnior Rodrigues (PR) e Carlito do Gás (PEN) conversavam paralelamente quando iniciaram os risos, sem conseguir conte-los por um longo período. Boa parte dos edis e dos presentes ficaram sem entender o que se passava.

Inércia – Iniciada no governo André Puccinelli (PMDB) em 2011, as obras do Aquário do Pantanal continuam paradas em Campo Grande, mostrando mais um dos inúmeros descasos do poder público com o dinheiro pago pelo contribuinte. É inadmissível que numa época de crise como essa, os mais de R$ 100 milhões gastos no local estejam sendo consumidos pela ferrugem e o tempo.

Guaicurus – Mais uma semana se passou e a avenida Guaicurus continua às cegas em boa parte de seu extenso trajeto. Aliás, segundo leitor que procurou a coluna via e-mail, a quantidade de trechos sem iluminação nesta via tem aumentado consideravelmente.

Comentarios

Más popular

Arriba