Brasil

Ponta Porã A Linha do tempo. Rio Verde do Sul, Colônia Dutra e Aral Moreira. Surge um novo município na região de fronteira.

O desenvolvimento de uma região se faz necessário para que o progresso chegue, e com ele venha às novidades de novas tecnologias, para seguir amenizando as dificuldades do inicio da colonização, que os pioneiros tiveram que vencer para construir o seu sonho com sangue, suor e lagrimas na formação da região fronteiriça.

Quando uma pessoa visita uma cidade já formada com suas Ruas, Avenidas, Bairros e Vilas e novas frentes de trabalho, o comercio ativo, a industrialização, escolas, hospitais, não conhece histórico das dificuldades que tal município enfrentou para se crescer ao longo das décadas.

A economia seja ela gerado com a produção de grãos no campo, ou pela indústria alavanca o crescimento de uma cidade de uma região, ajudado no seu desenvolvimento sócio, político econômico e cultural, pois uma nova cidade prospera que incentiva quem acredita no seu potencial, serve de atrativo a novos migrantes e emigrantes de varias partes do país e do mundo, que junto com seu interesse em investir também traz sua cultura e costume que se misturam com os já existentes, exemplo os colonos gaúchos que migraram e continuam migrando para a região investindo povoando e esta vasta terra.

Hoje as novas gerações desconhecem a historia de criação de seu munícipio, como o mesmo surgiu, muitas vezes pode se dizer que desconhece sua própria história, sua origem, como seus ancestrais pioneiros em seu tempo vieram e se instalaram nesta região, dando continuidade a sua família, contribuindo para o crescimento e desenvolvimento da cidade.

Tal fato de desenvolvimento se deu na Região do Rio Verde do Sul onde se localiza o atual município de Aral Moreira, mas anteriormente a sua criação e emancipação era conhecido como “Colônia Dutra”, tal região e composta pela “Vila Caú” (Caú em tupi guarani significa Mingau) e “Vila Marques” até os dias de hoje, sua principal economia gira em torno da agropecuária, a mesma era distrito da cidade de fronteira Ponta Porã até meados da década de 70 séc. XX.

Em meios a acordos políticos e visando a melhoria e o crescimento da região do Rio Verde do Sul, a Colônia Dutra é emancipada, entre escolhas de nomes primeiramente pensando no próprio nome de Rio Verde do Sul, mas como um dos desbravadores e pioneiros na formação de (estâncias, fazendas), como a famosa Cerro Alegre, fazenda formada pelo político renomado da região em seu tempo Aral Moreira, para homenagear seu pioneirismo visionário em seu tempo, a colônia Dutra passou a se chamar Aral Moreira.

Aral Moreira nasceu em Aquidauana, mas depois de se formar em direito na Capital Federal na época Rio de Janeiro, passou a viver na fronteira em especial Ponta Porã, advogado, empresário e político visionário algoz em seu tempo, tendo participado ativamente da revolução constitucionalista de 1932, sendo apoiador instigando o povo sul-mato-grossense, pois nesses tempos ele já defendia a divisão do Estado de mato Grosso e a criação de um novo Estado que ajudaria no desenvolvimento, principalmente da região de fronteira, isso o tornou um líder em seu tempo da região fronteiriça.

Um homem influente que por sua cultura e finesa na década de 20 séc. XX conheceu o Senador o grande Ruy Barbosa um ícone nacional. Aral Moreira desempenhou funções de grande relevância ao Município e ao Estado, sendo nomeado como promotor de justiça em 1928, subchefe de polícia em 1929, consultor jurídico do estado em 1930 e conselheiro municipal em 1931. Este entre outros fatos épicos de Aral Moreira foi muito bem relatado no livro de Luiz Alfredo Marques Magalhães, Um Homem de Seu Tempo uma Biografia de Aral Moreira de 2011.

Contribuir para o desenvolvimento de uma cidade, região e país, deixar suas marcas na histórica, sócio cultural e politica de um povo, e algo que eterniza a própria história, claro que não devemos esquecer jamais dos tantos heróis anônimos que em seu tempo contribuíram desbravando as matas atravessando os rios e formando suas colônias, exemplo da Colônia Dutra hoje a cidade de Aral Moreira que vem durante os anos crescendo e se desenvolvendo na região fronteiriça, graças aos seus pioneiros que acreditaram, e seus descendentes que acreditam no potencial desta rica cidade e seu povo, que não foge da peleia e não “desiste da luta”, de formar uma grande cidade para que seus herdeiros tenham orgulho dos seus antepassados.

Resgatar fatos históricos e homenagear os pioneiros em seu tempo, e proporcionar as novas gerações o conhecimento de suas origens. Aos bravos em seu tempo o agradecimento por sua coragem.
thumbs2.php
Pesquisador e historiador: Yhulds Giovani Bueno. Professor de qualificação profissional, gestão e logística (Programas Estaduais e Federias). Professor da Rede Municipal de Educação, membro do Grupo Xiru do CTG – Querência da Saudade – Ponta Porã – MS.

Comentarios

Más popular

Arriba