Brasil

Policial atacado por presos durante fuga é submetido à cirurgia

O policial civil Arlei Marcelo Farias, 38 anos, atacado com golpes de barra de ferro por cinco presos, durante fuga ocorrida ontem (21), na delegacia de Itaquiraí, passou por cirurgia. Segundo nota do sindicato da categoria, Arlei, que havia sido socorrido inconsciente, levou 15 pontos na cabeça e tem o estado de saúde estável. Ele está internado em hospital de Dourados.
A ”operação de fuga”, ocorreu à tarde. Segundo informações iniciais, os criminosos agiram depois de receberem o lanche. Com barras de ferro, arrancadas da cela, golpearam Arlei na cabeça. Em seguida, tomaram a arma do policial e fugiram no carro dele, modelo Parati.
RECLAMAÇÃO
O Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol), emitiu nota de repúdio e classificou o fato como tragédia anunciada. Segundo informação, o policial cuidava sozinho da custódia de 21 detentos. Destes, cinco fugiram.
Enfatizaram que há anos tem sido cobrado de autoridades competentes a remoção dos presos para unidades prisionais para evitar episódios como este que aconteceu.
“É insustentável a permanência de detentos nas delegacias. O que aconteceu é prova disso. O investigador poderia ter falecido, pois estava heroicamente mantendo criminosos dentro da delegacia e longe da sociedade. Ou toma-se uma providência urgente com relação à custódia de presos ou outras tragédias acontecerão”, declarou Giancarlo.
A categoria programa uma manifestação inédita em todo Estado. “O Sinpol convocará uma assembleia para discutir a entrega das custódia de presos”, afirmou Giancarlo.
Coletiva de imprensa está marcada para às 9h de amanhã (23), para apresentação do panorama da custódia de presos nas delegacias de Mato Grosso do Sul e o posicionamento do sindicato.
CORREIO DO ESTADO

PUBLICIDADE:
20150927072952

Comentarios

Más popular

Arriba