Brasil

PMDB vota amanhã a saída do governo; Dilma já conta os dias

Dia D

Amanhã é o “Dia D” para o PMDB. D de desembarque, de debandada. É praticamente unanimidade no partido aliado do PT a saída do governo, para uma postura de independência ou até mesmo de oposição. Tudo é possível. Nem a oferta de mais cargos na estrutura administrativa deverá convencer a maioria peemedebista a permanecer, para desespero da parte fisiologista da legenda.

….

Semanas D

E as próximas semanas serão mesmo decisivas para a política brasileira. Em jogo, além do provável desembarque do PMDB do governo, processo de impeachment da presidente Dilma, a investigação e o impasse sobre o ex-presidente Lula da Silva e as investigações sobre o presidente da Câmara Eduardo Cunha. Durma-se comum barulho desses!

….

90 dias

O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, divulgou no domingo que a presidente Dilma Rousseff fez uma declaração bastante surpresa em conversa recente com um presidente de partido da base. “dentro de 90 dias talvez eu não esteja mais aqui”, teria dito a presidente, já prevendo um desfecho desfavorável do processo de impedimento.

….

Favoráveis

A bancada do PMDB de MS – Waldemir Moka, no Senado, e Carlos Marun na Câmara -, é favorável ao desembarque. Defendem, ainda, o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Marun, aliás, é um dos principais aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que é investigado pela operação Lava Jato e deve ter o mandato cassado ainda no primeiro semestre.

….

Dominó

A preocupação do governo, que trabalha diuturnamente na tentativa de segurar o aliado na base de apoio, é quanto à possibilidade de outros partidos aproveitarem a debandada do PMDB para também deixar o governo. Seria praticamente o fim da era PT na chefia do governo.

….

Placar

Autoridades do governo e partidos aliados não tiram os olhos do placar. Contam voto por voto e não conseguem afirmar com convicção que é possível escapar do impedimento da presidente da República. Talvez, só com “superpoderes de persuasão”.

….

Fragmentados

Hoje, os três maiores partidos da Câmara dos Deputados – PT, PMDB e PP, detêm mais de um terço do total de votos. Exceto o PT, os outros estão divididos.

….

Será que dá?

Na defesa de Dilma, o PT e seus aliados mais fiéis à esquerda, PDT e PC do B, somam apenas 91 votos, 80 abaixo do mínimo necessário para manter a presidente em sua cadeira.

….

Letrinhas

Com a ajuda de benesses da legislação, o Brasil se tornou um dos líderes mundiais em proliferação de partidos desde sua redemocratização. Até 1979, a ditadura militar permitia apenas duas legendas. Os números atuais não têm precedentes no período. Hoje são mais de 30 legendas no país – 25 deles com representação na Câmara Federal -, um festival de letrinhas que nem sempre são bem assimiladas pelos incautos eleitores.

….

Gravata

Novato e já tido como legenda folclórica, o PMB (Partido da Mulher Brasileira) tem apenas um representante no Congresso. E do sexo masculino.

….

Pequeno

Já o também novato Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva (Acre) – hoje líder nas pesquisas de intenção de voto à Presidência, detém apenas e cinco cadeiras na Câmara dos Deputados.

….

Comentarios

Más popular

Arriba