Otros

Pistoleiro que cobrava R$ 2 mil para matar acaba preso na fronteira

Pistoleiro que cobrava R$ 2 mil para matar acaba preso na fronteira

Foi preso na fronteira em Pedro Juan Caballero, no Paraguai o pistoleiro Arnaldo Andrés Benitez Dávalos, de 42 anos. Le teria sido contratado para cometer um assassinato em Assunção.

Arnaldo era procurado por dois homicídios em 2015 e 2017. Ele também era autor de um roubo em 1997. Segundo informações policiais, Arnaldo cobrava R$ 2 mil para cometer assassinatos, e teria sido contratado para cometer um homicídio ou liderar um grande assalto em Assunção.

Ainda de acordo com o site ABC Color, ele estaria envolvido em um tiroteio entre narcotraficante em março de 2015, em Pedro Juan Caballero, a época morreu uma criança de 2 anos atingida por um tiro.

Em 2013, Arnaldo também teria tentado cometer homicídio ao cobrar uma dívida de US$ 3 mil dólares.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba