Otros

Pinhão acelera metabolismo e reduz colesterol e glicemia, dizem estudos

Pinhão acelera metabolismo e reduz colesterol e glicemia, dizem estudos

Pesquisadores da Embrapa em parceria com universidades brasileiras estão estudando uma das sementes mais saborosas e nutritivas da Mantiqueira.

Em Maria da Fé, a economia oscilava com os altos e baixos da produção de batata. E as oliveiras, que eram só enfeite, viraram matéria prima de um negócio promissor. Através das primeiras polinizações, as árvores ajudaram a criar espécies de oliveiras brasileiras, com a variedade desenvolvida ali e que leva o nome da cidade.
Em toda Mantiqueira, os azeites chamam a atenção pela qualidade. E produzir bons azeites é técnica e arte, porque tem também o sentimento daqueles que se envolvem com oliveiras.
A árvore com galhos cheios de espinhos voltados para o céu oferece deliciosos pinhões que aumentam a renda de muitas famílias. Nos finais de semana elas espalham barraquinhas pelas ruas. Se é bom de comer, se é bom para o bolso, o pinhão também é muito bom para a saúde. É o que revelam estudos da Embrapa em parceria com universidades brasileiras.
“Elas aceleram o metabolismo e com isso elas reduzem muitas vezes a glicemia, elas auxiliam na diminuição do colesterol sanguíneo, então o fato de ser um produto rico em fibras alimentares, é um produto benéfico para a saúde”, explica Cristiane Helm, pesquisadora da Embrapa Florestas.
Os pesquisadores estão desenvolvendo em laboratórios farinha, barrinhas e até salgadinhos de pinhão. Mas na cozinha muita gente não imagina a infinidade de receitas que podem ser preparadas com pinhão.

Comentarios

Más popular

Arriba