Otros

Pinguim se envolve em confronto sangrento após encontrar fêmea com ‘amante’

76% dos pinguins se acasalam com mesmo parceiro durante toda vida

PUBLICIDADE.
santa-clara

Um trecho de um documentário da National Geographic lançado na última sexta-feira viralizou nas redes sociais ao mostrar uma violenta briga entre dois pinguins.

O motivo? Ciúmes.

O vídeo de cinco minutos exibe o confronto sangrento iniciado por um pinguim macho que, ao retornar para o ninho após um ano, encontra sua parceira com um “amante”.

A época de reprodução dos pinguins acontece em meados de outubro.

“76% dos pinguins se acasalam com o mesmo parceiro durante toda a vida”, explica a jornalista Delaney Chambers, da National Geographic.

“A fêmea só se acasala com outro quando seu parceiro morre; são raros os casos em que isso acontece quando o macho ainda está vivo”, acrescenta.

PUBLICIDADE.
13226775_132649397151746_3477280541821987743_n

As imagens mostram que, ao se deparar com o amante instalado em seu ninho, o macho dá início ao confronto.

Pouco a pouco, a luta começa a ganhar contornos violentos. Os pinguins usam as asas e os bicos como armas.

Diferentemente de muitas aves, que têm ossos ocos nas asas, os dos pinguins são sólidos. Além disso, esses animais têm bastante força nos bicos, usados para cavar o chão.

“As asas dessas aves, como não voam, são muito fortes e podem causar grande dano. Eles podem golpear até oito vezes por segundo”, explica Delaney.

Depois de alguns minutos, os machos interrompem a briga e chamam a fêmea para solucionar o impasse.

Ela decide, então, ficar com o “amante”. Resta ao marido abandonar o local.

Mas ele não se dá por vencido e segue o casal até o ninho. Ali a batalha recomeça, e fica cada vez mais violenta.

“Finalmente, a fêmea sai do ninho e opta novamente pelo amante. O marido percebe que não há outra alternativa senão deixar o ninho e buscar outro local para passar a época de acasalamento”, descreve o narrador do documentário.MIDIAMAX

EXPO FERIA YERBA MATE
PUBLICIDADE:
expo-yerba-mate-2017-internacional

Comentarios

Más popular

Arriba