Otros

PF desarticula quadrilha que desviou R$ 20 milhões em equipamentos médicos

19 estados são alvo da operação e MS está na lista

Foi deflagrada nesta quarta-feira (2), a Operação Equipos pela Polícia Federal em 19 estados brasileiros e Mato Grosso do Sul é alvo da operação que desarticulou uma quadrilha que desviou mais de R$ 20 milhões em sonegação de tributos de importação de equipamentos médicos.

As investigações começaram em 2013, e empresários, revendedores, clínicas, hospitais, despachante aduaneiro, além de um doleiro responsável pelo repasse de recursos ilícitos ao grupo foram alvo da operação, que cumpriu 62 mandados de busca e apreensão e 19 de condução coercitiva.

44 municípios de 19 estados brasileiros foram alvo da Polícia Federal, Santa Catarina, Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Goiás, Maranhão, Espírito Santo, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Piaui, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Sul e Roraima.

Quando teve início as investigações, foram apreendidos tomógrafos, mamógrafos, e outros equipamentos de alto valor comercial, em uma carga avaliada em aproximadamente R$ 3 milhões, sendo R$ 2 milhões os tributos sonegados. Na documentação constava descrição genérica da mercadoria e valor declarado de US$ 180 mil (apenas 10% do valor real). 

Já entre 2011 e 2015, o grupo criminoso trouxe de forma irregular para o Brasil outras 12 cargas de equipamentos médicos, remetidas dos Estados Unidos, via trânsito aduaneiro através do Chile e da Argentina. Após a liberação pelas autoridades argentinas, as cargas desapareciam. Notas fiscais emitidas pelo grupo comprovam que tais equipamentos ingressaram no Brasil e foram revendidos para clínicas, hospitais e intermediários de diversas regiões do país.

Um servidor da Receita Federal é apontado como parta da organização criminosa. Ele trabalharia em Santa Catarina, na cidade de Dionísio Cerqueira, onde foi deflagrada a operação nesta quarta-feira (2).
Midiamax

Comentarios

Más popular

Arriba