Otros

Petrobras tomba 7%, cai abaixo de R$ 5 pela 1ª vez desde 2003 e puxa Bolsa

As ações da Petrobras (PETR4) despencaram mais de 7% e fecharam abaixo de R$ 5 pela primeira vez desde 2003, puxando a segunda queda seguida do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira.

Nesta segunda-feira (18), o índice caiu 1,64%, a 37.937,27 pontos. Com isso, a Bolsa se mantém no menor nível de fechamento desde 9 de março de 2009, no auge da crise mundial, quando havia encerrado o dia em 36.741,35 pontos.

Na sexta-feira (15), a Bolsa caiu 2,36% e acumulou perdas de 5,03% na semana passada.

Petrobras tomba
As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, despencaram 7,16%, a R$ 4,80. É a primeira vez que os papéis fecham abaixo de R$ 5 desde 2003. As ações ordinárias (PETR3), com direito a voto em assembleia, perderam 6,11%, a R$ 6,30.

Os papéis foram influenciados pela instabilidade do preço do petróleo. Além disso, investidores continuavam preocupados com os riscos do endividamento e do plano de venda de negócios da petroleira.
PUBLICIDADE:
anuncie7
Tem FGTS em ações da Petrobras? Recomendação é manter
Petróleo cai, mas gasolina não deve ficar mais barata
Vale também cai
As ações da Vale, que assim como a Petrobras têm grande peso sobre o Ibovespa, também influenciaram a queda do índice.

Os papéis ordinários da mineradora (VALE3) recuaram 5,12%, a R$ 8,89, enquanto os preferenciais (VALE5) se desvalorizaram 4,66%, a R$ 6,95.

Opção sobre ações movimenta R$ 1,92 bi
O exercício de contratos de opções sobre ações movimentou R$ 1,92 bilhão nesta segunda-feira, dos quais R$ R$ 1,7 bilhão em opções de venda e R$ 228,5 milhões em opções de compra.

Opção sobre ações é um tipo de contrato de compra ou venda de ações a um preço predeterminado. Quem aposta que a ação vai ficar mais cara assume posição “comprada”, para liquidar o contrato pagando um preço menor pela ação do que o da negociação da Bolsa. Quem acredita que o preço da ação vai cair assume posição “vendida” para vender as ações a um preço maior do que o do dia.

A opção mais exercida foi dos contratos de venda das ações preferenciais da Vale, a R$ 13,12 por ação, com R$ 93,48 milhões movimentados.

Dólar cai, mas ainda fecha acima de R$ 4
No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,29%, a R$ 4,034 na venda.

A moeda norte-americana havia encerrado a semana passada com leve alta de 0,14%. Do UOL

Comentarios

Más popular

Arriba