Fronteira

Paraguaio é preso pela Polícia Civil de Paranhos após cometer vários delitos

Na manhã de sexta-feira (20/11), a equipe do departamento de Polícia Civil de Paranhos se deslocou até a Aldeia Paraguassu após ter recebido uma denúncia de tentativa de estupro.

A polícia encontrou um revólver e várias outras armas brancas (Foto: Polícia Civil)
Conforme informações da Polícia Civil, Ramão Prieto Enciso, indígena paraguaio, teria tentado abusar sexualmente de uma indígena menor de idade. A convivente de Ramão, tia da vítima, teria flagrado a tentativa de abuso e ao tentar socorrer a sobrinha foi ameaçada de morte.

Os oficiais lograram êxito em encontrar o autor, que tentou se esconder em uma área de matagal próxima à aldeia.

Com informação do denunciante, ainda, a polícia soube que Ramão era proprietário de várias armas e costumava ameaçar os residentes da aldeia, inclusive o capitão Nicolau Brites.

(Foto: Polícia Civil)
Dando continuidade às diligências, a polícia encontrou um revólver cal. 32 com seis munições intactas, além de várias outras armas brancas.

O crime foi registrado como tentativa de estupro de vulnerável, ameaça de morte e porte ilegal de arma de fogo.

A DP PARANHOS disponibiliza o número telefônico (67) 3480-1300 para denúncias e informações sobre crimes, considerando o total anonimato do denunciante.

INTERNACIONAL NEWS – Paranhos, conesul e região de fronteira

Comentarios

Más popular

Arriba