Otros

PARAGUAIA PRESA COM DOCUMENTO FALSO

A Polícia Civil prendeu em flagrante na tarde de quarta-feira, 28, uma mulher que utilizava identidade de brasileira há 30 anos no município de Maravilha. Ela foi intimada para comparecer à delegacia, onde apresentou documento falso. A mulher, então, foi presa no mesmo dia.

Segundo a polícia, a mulher de origem paraguaia veio ao Brasil em 1985 com uma criança de dois anos e sem nenhum documento, acompanhando seu atual companheiro, que havia se separado recentemente. Em 1990, quando o segundo filho do casal nasceu, a mulher precisou de documentos e fez uma carteira de identidade em Santa Catarina, utilizando os dados da ex-mulher de seu companheiro. A partir de então, passou a utilizar a identidade ideologicamente falsa e a se apresentar como Anna Baron.

Segundo a polícia, ela registrou os três filhos com o nome da ex-mulher de seu companheiro, bem como abriu conta corrente, fez carteira de motorista, adquiriu veículo e imóvel, tudo em nome de Anna Baron.

Após ser presa, a mulher confessou os fatos e disse que seu nome verdadeiro é Maria Inês Vera Portillo, nascida em 1962, em San Ramon Missiones, no Paraguai. Ela disse para a polícia que nem mesmo seus filhos sabiam seu verdadeiro nome.

Ela foi presa por falsa identidade, fraude de lei sobre estrangeiro e falsidade ideológica e encaminhada para a cadeia de Maravilha.

fonte www.clauderioaugusto.com.br

Comentarios

Más popular

Arriba