Otros

Pai que estuprou filha de 9 anos é encontrado morto em delegacia

Por: Folha de Dourados

PUBLICIDADE:
DETOX 226 X 250

Homem de 42 anos, preso na noite de quarta-feira (13) por estuprar a filha de 9 anos, cometeu suicídio na cela em que estava preso. O caso ocorreu em Corumbá, cidade a 444 quilômetros de Campo Grande, e o suspeito morreu na cela da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

O delegado plantonista, Sam Ricardo Aranha Suzumura, informou ao site Diário Corumbaense, que a morte ocorreu por volta das 13 horas de quinta-feira (14). O preso iria ser retirado da cela para ser interrogado na presença de um advogado, quando os policiais civis constataram o suicídio. “Ele usou um casaco para amarrar em um registro de água, enrolou no pescoço e soltou o peso do corpo, morrendo asfixiado”, disse o delegado.

Ainda conforme a polícia, o homem estava sozinho na cela, por conta da gravidade do caso, para que não fosse agredido por outros presos. Ainda de acordo com o delegado plantonista, o corpo já passou por exame necroscópico e a cela foi periciada.

Relembre o caso

A Força Tática da Polícia Militar foi acionada às 18h de quarta-feira para verificar denúncia de que um pai estaria abusando sexualmente da filha, de 9 anos. Ao chegar ao local, a jovem de 18 anos, irmã da criança, relatou aos policiais ter também sofrido abusos do pai, em outra época.

A jovem contou aos militares que desconfiou das atitudes do pai e do comportamento das irmãs, fingiu que estava dormindo e, minutos depois, escutou barulho estranho e a voz do acusado em tom baixo. Foi quando conseguiu acender as luzes e flagrar o pai sobre a criança, que estava com o short abaixado. Flagrado, o autor jogou um cobertor em cima da vítima, correu até a cozinha e pegou uma faca para ameaçar todos que estavam na casa, momento em que a jovem acionou a polícia.

A equipe da Força Tática realizou buscas pela casa e verificou a presença de seis crianças, que foram retiradas do local. O homem foi encontrado em outro cômodo, desacordado por causa do excessivo consumo de álcool. Foram encontradas na cintura do autor uma faca de serra e uma broca de furadeira, utilizadas nas ameaças.

A criança de 09 anos afirmou que o pai vinha abusando sexualmente dela há meses, mas não contou aos familiares por ter medo de ninguém acreditar. O autor já tinha passagens pelos crimes de estupro de vulnerável e ameaça e, segundo a polícia, a mãe das crianças é falecida.

Comentarios

Más popular

Arriba