Brasil

Pai engravida filha de 14 e abusava de outras duas crianças de 7 e 12 anos

O Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria de Justiça de Poconé, ofereceu denúncia nesta quarta-feira (03.06) contra Alan da Silva de 62 anos, por abusar sexualmente dos próprios filhos. Os três, sendo duas meninas e um menino, foram abusados desde 2010. O acusado chegou a engravidar a filha mais velha, que na época dos fatos, tinha 14 anos. Atualmente, ele está preso temporariamente na Cadeia Pública de Poconé.
De acordo com o promotor de Justiça José Rodrigues da Silva Neto, junto com a denúncia também foi requerida a conversão da prisão temporária em preventiva. Consta nos autos, que por inúmeras vezes, desde o ano de 2010 até 2014, o pai manteve conjunção carnal com as filhas de 10 e 14 anos, nos municípios de Cuiabá e Poconé. Em março deste ano, uma das vítimas, que engravidou após os abusos sofridos pelo pai, deu a luz. A paternidade foi confirmada após o nascimento da criança.
gd

Segundo o Ministério Público, o acusado praticou vários atos para que a adolescente abortasse a criança. Em novembro do ano passado, após o Conselho Tutelar do município tomar conhecimento da situação, as vítimas foram retiradas da companhia do pai e encaminhadas a um abrigo.

Além do estupro praticado contra as filhas, o denunciado é acusado de obrigar o filho de sete anos a assistir filmes pornográficos e praticar atos libidinosos a fim de se satisfazer. “O caso é de extrema gravidade e repugnância, pois o denunciado, por diversas vezes, molestou sua própria filha sexualmente, bem como obrigou seus filhos de sete e doze anos a assistirem cenas de filmes pornográficos, além de presenciarem o próprio pai se masturbando”, traz trecho da denúncia encaminhada à Justiça.

24horasnews

Alan da Silva deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável; tentativa de aborto sem o consentimento da gestante e prática de conjunção carnal ou outro ato libidinoso na presença de menor de catorze anos.

Comentarios

Más popular

Arriba