Otros

‘Novo cangaço’ explode agência e ‘toca’ terror em MS, diz delegado

Bandidos fortemente armados explodiram a agência do Banco do Brasil que pegou fogo e ficou completamente destruída durante a madrugada de ontem em Pedro Gomes, extremo norte do Estado. Não há feridos e o valor que foi roubado ainda não havia sido informado até o fechamento desta edição.

Segundo informações do site Edição de Notícias, durante a madrugada, homens armados usaram dois veículos para efetuar o roubo, sendo um Cruze de cor escura e uma Toyota Hilux de cor clara.

Além das explosões relatadas por moradores, os assaltantes efetuaram muitos disparos, na tentativa de intimidar moradores e policiais.

Segundo o delegado Fabio Peró, da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro (Garras), as explosões cinematográficas, tiros para o alto e pregos espalhados próximo a postos policiais são características do chamado “novo cangaço” – grupo criminoso que aterroriza e comete crimes de maneira violenta e planejada em pequenas cidades do interior do Brasil. Foi assim em Pedro Gomes “Ainda não temos detalhes sobre o grupo, suspeitamos que eram pelo menos oito homens. Mas não temos dúvidas que usam a mesma modalidade do ‘Novo Cangaço’, tocar o terror”, disse o delegado ao Campo Grande News.

Ainda conforme o delegado, a prática é recorrente no interior de Estados como Goiás, Tocantins e no Nordeste. “Normalmente são quadrilhas interestaduais que agem para conseguir dinheiro e financiar o crime”, explica. Pedro Gomes está a pouco mais de 200 km de Goiás.

A agência do Banco do Brasil de Pedro Gomes foi assaltada diversas vezes. Vizinha do banco, uma mulher de 52 anos já presenciou quatro ações de bandidos, segundo ela, algumas semelhantes a cenas de filmes. Além disso, este é o segundo ataque na região Norte do Estado este ano. Em Sonora, o Banco do Brasil também ficou destruído em um ataque ocorrido em abril e até hoje não voltou a funcionar, causando prejuízos aos clientes da agência. As obras para reconstrução da agência iniciaram no mês passado, porém, não foi divulgado prazo para entrega.

Segundo o prefeito de Pedro Gomes, quatro policiais civis, dois por plantão, estão lotados na delegacia de Pedro Gomes, município que pela quarta vez foi alvo de bandidos fortemente armados.

Para piorar a situação, a delegacia não tem delegado, conforme conta o Francisco Wanderley Mota. “Além disso, são apenas 12 policiais militares. No total, a cidade conta com duas viaturas da PM e uma da Civil. Essa é a quarta vez que a agência é alvo de bandidos no município. Nas três primeiras vezes os assaltos foram com reféns”, disse ao Campo Grande News.

Para piorar a vida dos cidadãos de Pedro Gomes, com a explosão da única agência bancária do município, quem precisa fazer saques, depósitos ou qualquer outra transação com valor superior a R$ 1,5 mil tem de percorrer 50 quilômetros até a agência mais próxima, em Coxim. Os bandidos que explodiram o banco estão foragidos. Ainda não há informações sobre o valor furtado.

A cidade tinha apenas uma agência, a do Banco do Brasil – explodida por bandidos na madrugada de ontem. Agora conta apenas com os Correios como correspondente bancário e uma lotérica, e as unidades não fazem todas as operações bancárias necessárias. No município não há sequer caixas eletrônicos. (Douradosagora)

PUBLICIDADE.
13226775_132649397151746_3477280541821987743_n

Comentarios

Más popular

Arriba