Economia

Norte de MS tem meta de produzir a melhor carne do Brasil

Baseando-se nos altos índices de qualidade da carne bovina produzida em Mato Grosso do Sul, com média acima da nacional, e no título de Capital do Bezerro de Corte de Qualidade, da cidade de Camapuã, o prefeito de Figueirão (MS), Rogério Rosalin, desafiou os criadores do Norte do Estado a produzirem a Cota Hilton, cortes especiais da proteína com valores especiais no mercado de externo. O desafio foi lançado durante a apresentação do Pacto Sinal Verde, projeto do Governo de MS, detalhado aos pecuaristas neste sábado (17), em Figueirão.

PUBLICIDADE:
anuncie7

“Mato Grosso do Sul está acima da média brasileira, quanto à qualidade da carne produzida. Figueirão, por exemplo, está entre os líderes, com 10 pontos percentuais da sua produção acima da média nacional no Farol Verde, que é de 13%”, afirmou Rosalin, referindo-se ao farol da qualidade utilizado pelo JBS, como ferramenta que classifica a qualidade da carne de acordo com as cores do semáforo, sendo verde para padrão desejável, amarelo para tolerável, e vermelho, indesejável.

“O campeonato mundial de volume já ganhamos, agora precisamos avançar quanto a qualidade”, declarou Eduardo Pedroso, do setor de originação do JBS. “Estamos às vésperas da abertura do mercado americano e precisamos apresentar qualidade, a ponto de fidelizarmos esta porta de saída e expandirmos o comércio para novos apreciadores da carne brasileira”, completou Pedroso, referindo-se ao Pacto Sinal Verde como o caminho para se alcançar o resultado de excelência para o consumidor, indústria e pecuaristas.

Duas propriedades de Figueirão foram citadas no evento como precursoras quanto a qualidade na produção da carne bovina. Uma do Grupo Ventura SA, devido as elevadas taxas de farol verde nos últimos abates e, Fazenda 3R. “Além do manejo e genética, a 3R é exemplo em marketing rural, ferramenta fundamental para valorização da carne sul-mato-grossense”, pontuou o deputado estadual, Beto Pereira, que no evento representou o governador de MS, Reinaldo Azambuja.

O deputado estadual, Júnior Mochi; o secretário adjunto da Sepaf, Jeronimo Alves Chaves; presidente da Fundação de Turismo de MS, Nelson Cintra; e o secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, e outras autoridades locais, também participaram da apresentação do Pacto Sinal Verde aos pecuaristas do Norte do Estado.

Comentarios

Más popular

Arriba