Otros

Na entrada da Polícia Federal, Puccinelli diz que ‘não sabe de nada’

Após receber a batida da Polícia Federal nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (10) em seu apartamento, o ex-governador André Puccinelli (PMDB) chegou acompanhado de seu advogado na sede da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul e repetiu que não sabia de nada.

A Polícia passou duas horas no apartamento de Puccinelli e saiu de lá com um malote. Trinta minutos depois, sete homens da Receita Federal deixaram o local com outro malote.

O ex-governador insiste que já teve as contas vistoriadas por mais de “oito mil vezes” pelas investigações, assim como as declarações de bens. Ele afirma que está no local “buscando informações”.

Logo após Puccinelli entrar no prédio, chegaram mais policiais federais com diversos malotes. A Polícia deflagrou a segunda fase da Operação Lama Asfáltica – Fazendas de Lama, em conjunto com a Controladoria Geral da União e Receita investigam mais de R$ 2 bilhões em contratos do governo com empresários.

Com um efetivo de 201 policiais federais, 28 da Controladoria Geral da União e 44 da Receita Federal estão sendo cumpridos 28 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão temporária, bem como 24 mandados de sequestro de bens de investigados.

As medidas estão sendo cumpridas nos municípios de Campo Grande/MS, Rio Negro/MS, Curitiba/PR, Maringá/PR, Presidente Prudente/SP e Tanabi/SP. As investigações s em referência a procedimentos utilizados pelos investigados na aquisição de propriedades rurais com recursos públicos desviados de contratos de obras públicas, fraudes em licitações e recebimento de propinas, resultando também em crimes de lavagem de dinheiro.(Midiamax)

PUBLICIDADE:
1argamasa grudabem

Comentarios

Más popular

Arriba