Otros

Municípios de MS podem ser atacados pelo PCC nos próximos dias

No início da tarde de ontem, a cidade paranaense de Umuarama, distante 245 km do município de Naviraí, sofreu diversos ataques, supostamente comandados pelo PCC (Primeiro Comando da Capital). Há indícios, segundo fontes policiais, de que os atos tenham ligação com mesmo núcleo de comando da facção que fez o atentando ao agente penitenciário em Naviraí, na quarta (31).
PUBLICIDADE.
13226775_132649397151746_3477280541821987743_n

Dois ônibus do transporte público em Umuarama foram incendiados pelos criminosos como represália à morte de um adolescente de 16 anos. Ele foi morto por policiais militares em uma abordagem durante a madrugada.

Além disso, o horário de fechamento das unidades de saúde do município foi antecipado em duas horas e pais acabaram buscando os filhos mais cedo nas creches, segundo informações locais.

Mato Grosso do Sul – Um alerta sobre a mobilização criminosa denominada “salve geral,” foi enviado pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) onde incluía o atentado contra policiais civis e policiais militares. O atentado ao agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi em Naviraí foi parte dessa mobilização para comemorar o aniversário do PCC, segundo fontes policiais.

De acordo com o alerta, a ordem de ataque em todo o país terá que ser cumprida até segunda-feira, dia 5 de setembro, segundo apurou o Campo Grande News na manhã de ontem. Além disso, há indícios de que integrantes do PCC estariam em Mato Grosso do Sul para realizar ataques e também para orquestrá-los, já que seriam pessoas com mais responsabilidades na facção.

O diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Ailton Stropa Garcia, confirmou os rumores sobre supostos ataques ordenados pela facção criminosa, mas afirmou que não existiam maiores evidências. “Havia rumores em nível de Brasil. Como já prendemos dois dos autores, estamos trabalhando na coleta dessas informações e confirmações”, declarou.

Primeiro comando – Considerada a maior organização criminosa em atividade no Brasil, o PCC foi fundado em 31 de agosto de 1993 e atualmente está presente também em penitenciárias da Bolívia e do Paraguai. Em 2006, um “salve geral” do PCC promoveu uma onda de atentados em várias cidades do país e rebeliões nas cadeias de seis estados, entre eles Mato Grosso do Sul. (Campo Grande News)
PUBLICIDADE:
14199627_1855203164712555_1393292636243408935_n

Comentarios

Más popular

Arriba