Otros

Mulher é encontrada morta em terreno baldio de bairro nobre da Capital

Mulher é encontrada morta em terreno baldio de bairro nobre da Capital

O corpo de uma mulher que ainda não foi identificada, mas que aparenta ter entre 30 e 40 anos, foi encontrado por volta de 12 horas deste sábado, dia 09 de abril, em um terreno baldio, localizado na rua Chimango, bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

Conforme relato do vizinho que acionou a polícia, um catador de latinhas passava pelo local, quando viu algo atrás de tijolos. Quando se aproximou, notou que se tratava de uma pessoa e chamou o vizinho.

As Polícias Militar e Civil estão no local. Segundo a perícia, o corpo apresenta lesões de paulada na cabeça e perfuração no olho, causada por material pontiagudo. Tudo indica que o crime tenha acontecido durante a madrugada e que foi homicídio.

De acordo com o Sargento Orlando Medeiros, do 9º batalhão da PM, ao lado do corpo estavam duas latas de cerveja sem consumo e um par de brincos.

Segundo o site Campo Grande News, a mulher estava vestida com uma blusa florida e short branco, sendo que dentro do bolso, estava a calcinha dela. “Os vizinhos relataram que ouviram um barulho por volta de 22 horas de ontem e acreditam que possa ter sido tiro, mas no corpo não há nenhuma lesão como essa”, relata.

Nenhuma arma do crime ou objeto usado para matar a vítima, foi encontrado. No terreno, há objetivos de construção. A funerária já foi acionada.

A empregada doméstica Joselina de Almeida, 51 anos, conta que mora há 17 anos no bairro e que nunca aconteceu nada parecido. “Ontem eu passei em frente ao terreno por volta de 22h e não vi nada, não tinha nenhuma movimentação”, alega.

O matagal localizado em frente as casas da rua Chimango, assustam os moradores do bairro, segundo Patrícia Cunha Silva, 39 anos. “Esse mato é do Parque Sóter que é área pública, o bandido pode ter se escondido neste local, já que cobre toda a visão. Isso aqui é um perigo a noite”, reclama.

Comentarios

Más popular

Arriba