Otros

MS Agro 2015: especialistas projetam economia para 2016 e falam da educação como agente de transformação

MS Agro 2015: especialistas projetam economia para 2016 e falam da educação como agente de transformação

Fomentar a discussão de temas estratégicos para a competitividade do agronegócio de Mato Grosso do Sul. Este foi o objetivo do MS Agro 2015, seminário realizado pelo Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS e pela Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja, nesta sexta-feira (27), apresentando como tema ‘Educação – A certeza de um futuro sustentável’. Durante o evento, especialistas abordaram o reflexo da melhora educacional do País, no âmbito econômico e político.

 

No discurso de boas vindas, o presidente da Federação, Mauricio Saito, afirmou que a interdisciplinaridade dos temas discutidos representa um dos pilares da atual gestão. “Buscamos sempre assuntos atuais e, por isso, priorizamos para a edição deste ano palestras referentes ao conhecimento compartilhado. Acreditamos que oferecer reflexões econômicas, políticas e filosóficas, em um mesmo evento, é certamente colaborar de forma eficaz para nossa Instituição e, sem dúvida, para nossa sociedade”, comenta.

 

Um dos destaques foi o economista, André Perfeito, que acredita na recuperação da economia para o próximo ano. “Deus criou o câmbio para deixar os economistas mais humildes”, brinca Perfeito justificando o receio do especialista em fazer projeção sobre a valorização da nossa moeda no próximo ano. Ele arrisca apostar que o dólar não vai subir com a mesma intensidade dos últimos meses.  Na 6ª edição do MS Agro, o economista ministrou a palestra ‘Perspectivas para a economia brasileira em 2016’, destacando que podemos esperar uma inflação menos agressiva.

 

O cientista político e analista de conjuntura política brasileira e internacional, Celso Melo, proferiu a palestra ‘Crise Política e a Consequência para a Economia Brasileira’ no MS Agro 2015. Ele acredita na possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff ser cogitado novamente, diante de uma série de elementos políticos ocorridos nos últimos meses. “Lava Jato, Petrobrás, um Congresso não pacífico, o fato da presidente não ser hoje um projeto de poder, tudo isso é um caldeirão fervente, que colocará pressão no Governo”. Melo é articulista do jornal O Estado de São Paulo e autor de vários artigos em revistas especializadas, professor e pesquisador.

 

O professor Luiz Felipe Pondé, colunista do jornal Folha de são Paulo, doutor em Filosofia pela USP – Universidade de São Paulo e pela Universidade de Paris VII, discorreu sobre como a educação transforma a economia e a política de uma sociedade. “A palavra educação é semelhante a energia, que todo mundo conhece, porém a maioria não presta atenção. Como é um processo de médio e longo prazo, fica relegado a segundo plano”, considerou, reforçando que a educação é econômica, política e moral. “É uma forma de ajudar os jovens a lidar com a comunidade e com a humanidade”.

 

No final do evento, foi realizado o talk show ‘Educação: A Certeza de um futuro sustentável’, mediado pela jornalista, Salette Lemos, um dos principais nomes do jornalismo econômico, considerando que a profissional é uma das pioneiras no segmento e se destaca por ter sido uma das responsáveis pelo primeiro programa de economia da TV brasileira.

 

Salette Lemos destacou que o jornalismo econômico evoluiu nos últimos anos, proporcionando  ao público maior identificação com a sua realidade diária. “A grande diferença entre o jornalismo atual e o da minha época é que agora a comunicação permite ao leitor/telespectador uma permeabilidade e possibilita que ele se posicione diante da informação econômica”.

 

 Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul
(67) 3320-9700

Comentarios

Más popular

Arriba