Brasil

Motorista sobrevive a incêndio em carreta, mas morre atropelado

O condutor da carreta atropeladora parou cerca de 700 metros a frente para prestar socorro…
Uma tragédia foi registrada no final da noite desta terça-feira (20) no município de Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Um jovem motorista dirigia com sua carreta pela Rodovia do Xisto, e no km 164, um problema elétrico iniciou um incêndio no caminhão. Ele desembarcou rapidamente e as chamas rapidamente tomaram conta de todo veículo. Homens do Corpo de Bombeiros foram acionados e ao chegarem no local se depararam com a carreta tomada pelas chamas. Rapidamente eles conseguiram conter o fogo e evitaram que passasse para a carga. Pouco depois do incêndio controlado, os bombeiros foram embora e entregaram o local para os funcionários da Auto Pista que sinalizaram a pista.

O motorista da carreta então ligou para empresa que mandou um outro “cavalo” para rebocar a carga que ficou intacta. Ao chegar no local, o motorista identificado por Fagner Batista Pontes, 33 anos, estacionou o veículo para conversar com o companheiro de trabalho. Logo em seguida, uma carreta que seguia sentido Curitiba, tentou desviar de um carro que invadiu uma parte da pista contrária para não passar tão próximo da carreta que havia queimado. Assustado, o motorista da carreta jogou o veículo para o acostamento e atropelou Fagner e o motorista do veículo incêndiado. Fagner foi arremessado para uma ribanceira de aproximadamente 10 metros. A equipe de bombeiros que havia controlado o incêndio foi novamente acionada, desta vez para resgatar o motorista que foi arremessado na ribanceira.

Socorristas da auto pista prestaram socorro ao motorista da carreta incendiada, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Fagner foi socorrido pelo Siate e encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Evangélico. O condutor da carreta atropeladora parou cerca de 700 metros a frente para prestar socorro.Informações são do Plantão 190.

Comentarios

Más popular

Arriba