Otros

Moro questiona Lula sobre mensalão e é chamado de “cansativo” por advogado

Moro questiona Lula sobre mensalão e é chamado de “cansativo” por advogado

No depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na sede da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba desta quinta-feira (11), os advogados da defesa do petista e o juiz Sérgio Moro trocaram farpas por causa do tema Mensalão.

Lula foi questionado em treze perguntas sobre o Mensalão. Os advogados do ex-presidente o orientaram a não responder os questionamentos, uma vez que segundo eles “o tema não fazia parte do processo”.

O tema do depoimento de Lula era basicamente prestar esclarecimentos a respeito do tríplex, em Guarujá, São Paulo, supostamente de sua posse, mas que formalmente pertence à construtora OAS.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Marins, ameaçou entrar com pedido de impugnação da audiência, alegando que os questionamentos sobre o Mensalão eram uma tentativa de julgamento político.

Moro respondeu que as interrupções de Zanin ao depoimento do réu e o uso repetitivo desse argumento estavam ficando cansativas, ao que o advogado respondeu em tom atravessado: “Cansativas são as perguntas de vossa excelência”.

O juiz não mudou o tom de voz, mas replicou: “se eu digo que são importantes para formação do juízo, eu que vou julgar, parece que eu que devo saber”. No vídeo do depoimento, Lula ria da situação.

O advogado Rene Dotti, representante da Petrobras, repreendeu o advogado de Lula e ressaltou que as questões sobre o Mensalão eram importantes para entender o “caráter e formação moral do acusado”. Seu discurso começou forte e terminou quase aos berros.

O resto das questões não teve mais participação de Zanin, porém Lula se absteve de falar sobre a Petrobras.

O ex-presidente também foi questionado se tentou impedir a presença de testemunhas, delegados, o procurador da República e o próprio juiz Moro na audiência por encará-los como uma intimidação. O petista não respondeu.

Comentarios

Más popular

Arriba