Otros

Megaoperação prende 120 por tráfico de drogas no Paraná

Megaoperação prende 120 por tráfico de drogas no Paraná

Por Cesar Galeano –

   

Uma grande operação da Polícia Civil foi deflagrada nesta quarta-feira (25) em 20 municípios do Paraná com o objetivo de combater o tráfico de drogas. A Operação Cidadania prendeu mais de 120 pessoas e apreendeu cinco adolescentes. Oitocentos policiais civis participaram da ação, que contou com a ajuda da unidade de cães da Polícia Militar (PM). O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, disse que a operação envolveu duas ações de natureza diferente, mas complementares.

A primeira delas aconteceu em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, onde um bairro inteiro, o Jardim Europa, foi ocupado pela polícia. Nove pessoas foram presas no período da manhã e com um dos detidos foi encontrada uma pistola 9mm, com numeração suprimida e mais de 50 munições. Há suspeita que a arma tenha sido utilizada em três assassinatos, disse o delegado de Fazenda Rio Grande, Fábio Machado dos Santos.

A ação em Fazenda Rio Grande foi deflagrada após uma série de investigações baseada em análise criminal dos dados estatísticos. Traficantes chegaram a expulsar famílias de suas casas, no Jardim Europa, para usar o imóvel como ponto de venda de drogas. “Nós conseguimos prender as pessoas que estavam ocupando essas residências”, disse o delegado.

Na segunda ação foram cumpridos mandados de prisão em aberto, a maioria por tráfico de entorpecentes. Ao todo eram 161 mandados para serem cumpridos. A Operação Cidadania começou hoje de madrugada e se estenderia até o final do dia. O município de Guarapuava teve o maior número de suspeitos presos. Quinze pessoas foram levadas à delegacia. Também ocorreram prisões em Ponta Grossa ( 8), Umuarama (10), Paranaguá (5), Maringá (6), Telêmaco Borba (8), Jacarezinho (9), Apucarana (10), São Mateus do Sul (4), União da Vitória (2), Foz do Iguaçu (9), Paranavaí (8), Cornélio Procópio (5), Cascavel (5), Campo Mourão (2), Cianorte (4), Arapongas (2) e Toledo (3).

“Ações como essa serão contínuas, naquelas localidades em que verificarmos a necessidade de uma presença policial mais repressiva”, afirmou o secretário. O delegado-geral da Polícia Civil, Julio Reis, disse que essa é uma resposta da polícia ao tráfico, que é um dos principais responsáveis pelos crimes contra a vida, como latrocínio e homicídio.

Comentarios

Más popular

Arriba