Otros

Marun diz que Temer deve ser absolvido, mas Dilma condenada por crime da chapa

Marun diz que Temer deve ser absolvido, mas Dilma condenada por crime da chapa

O deputado federal por Mato Grosso do Sul, Carlos Marun, do PMDB, disse nesta manhã de terça-feira (4), que acredita que o presidente da República Michel Temer, também do PMDB, deve ser absolvido e a ex-presidente Dilma Roussef, do PT, condenada. A chapa de Dilma e Temer, referente ao ano de 2014, está sendo julgada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), nesta data.

A acusação é de abuso de poder político e econômico no pleito. Segundo Marun, é claro que o atual presidente não participou da captação e recurso para a campanha. “Todo o processo de captação e recurso para a campanha e 2014 para presidente foi capitaneada pelo PT e acredito que o TSE vai levar isso em consideração”.

O parlamentar peemedebista destaca que Temer pode até ter se envolvido com captação de recurso para nosso partido, dentro do que é permitido, mas não para a chapa. “Para mim ele será absolvido e Dilma será condenada”.

Quanto ao prazo, o deputado prevê que será um julgamento difícil por causa das diversas defesas e acusações. “Acredito que vá demorar muito para uma definição e vejo que deve ser analisado em separado”.

O julgamento pode levar à cassação de ambos os envolvidos. Dilma e Temer podem perder seus direitos políticos e no caso dele, ainda no cargo de presidente.

Julgamento

O julgamento teve início nesta manhã de terça-feira (4), às 9h de Brasília. Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) marcaram para esta semana quatro sessões plenárias exclusivas para o exame do processo, sendo que duas ordinárias e duas extraordinárias.

Nessa terça-feira (4), haverá uma sessão extraordinária às 9h e uma ordinária a partir das 19h. O julgamento prossegue na quarta-feira (5), às 19h, com uma sessão extraordinária. E na quinta-feira (6) somente será realizada a sessão ordinária, às 9h. O rito da ação no Plenário seguirá a mesma metodologia adotada nos processos julgados nas sessões do Tribunal.

Comentarios

Más popular

Arriba