Otros

Justiça fixa ‘fiança’ de R$ 1 milhão para Puccinelli deixar a Polícia Federal

Justiça fixa ‘fiança’ de R$ 1 milhão para Puccinelli deixar a Polícia Federal

O advogado do ex-governador André Puccinelli (PMDB), Renê Siufi, deixou a instantes da sede da Superintendência Regional da Polícia Federal em Campo Grande com informação de que a Justiça Federal estipulou uma fiança de R$ 1 milhão para que o peemedebista deixe o local.

Siufi afirmou que o despacho, que ele revelou ser da juíza federal Monique Leite, é confuso. Não se sabe se é uma fiança ou uma multa estipulada para que André, que não foi preso, mas levada para depor coercitivamente, possa responder em liberdade o restante do processo, no qual ele é suspeito do crime de lavagem de dinheiro.

SAIBA MAIS
Governo aguarda PF para se manifestar sobre operação
Zeca do PT ameniza tornozeleira no adversário e compara Puccinelli a Lula
Saques levantaram suspeitas, diz advogado de empresas na lista da PF
“Não sei como vamos pagar, já que todos os bens dele (André) foram bloqueados”, revelou o advogado, que ficou por mais de duas horas ao lado do cliente durante o depoimento.

Em julho do ano passado a juíza federal Monique Marchiolli Leite, da 3ª Vara Federal Especializada em Crimes de Lavagem de Dinheiro, determinou bloqueio de bens e dinheiro do ex-governador, atendendo um pedido do MPF (Ministério Público Federal).

Renê contou que foram feitas as mesmas perguntas a Puccinelli que em fases anteriores da Lama Asfáltica. Os agentes federais mostraram gravações e questionaram o ex-governador se ele reconhecia as vozes. Segundo o advogado, seu cliente nega que tenha cometido irregularidades.

Puccinelli foi escoltado da sede da Polícia Federal por volta das 9h10 da manhã desta quinta-feira (11), segundo informações colhidas no local, ele está sendo levado para colocação da tornozeleira eletrônica.

Comentarios

Más popular

Arriba