Otros

Justiça cassa diploma de prefeito reeleito em MS por compra de votos

A juíza eleitoral Kelly Gaspar Duarte Neves cassou o diploma do prefeito reeleito de Aparecida do Taboado, Robinho Samara (PSB). O gestor foi condenado por compra de votos e abuso de poder econômico.

O prefeito não encontrado para comentar a decisão judicial até a publicação desta reportagem.

A decisão cabe recurso, mas se for confirmada até a última instância, o município, que fica a 448 quilômetros da capital de Mato Grosso do Sul, poderá ter nova eleição. Com a decisão, Robinho também está inelegível por oito anos.

Robinho foi eleito com 6.041 votos, que representa 44,69% dos votos válidos. O segundo lugar, Professor André (PDT) obteve 5.896 da preferência do eleitorado (43,61%). Apenas 79,51% dos eleitores compareceram nas urnas, ou seja, 14.334.
Fonte: Correio do Estado

Comentarios

Más popular

Arriba