Otros

Japonês Yoshinori Ohsumi é o grande ganhador do “Nobel de Medicina”

Japonês Yoshinori Ohsumi é o grande ganhador do “Nobel de Medicina”

G 1

O Nobel de Medicina e Fisiologia de 2016 vai para o cientista japonês Yoshinori Ohsumi, por suas descobertas importantes sobre os mecanismos de autofagia, processo pelo qual as células “digerem” partes de si mesmas. Em organismos desnutridos, a autofagia é uma estratégia de sobrevivência, permitindo que a célula redistribua os nutrientes para as atividades mais essenciais. Ela também permite destruir organelas celulares já desgastadas ou envelhecidas. As organelas são estruturas que ficam dentro das células e executam funções importantes para a manutenção da vida.

O conceito de autofagia foi descoberto nos anos 1960, quando cientistas observaram que a célula era capaz de “encapsular” seus próprios componentes, os envolvendo em membranas, e os transportar para uma unidade de reciclagem chamada lisossomo, onde esses componentes são destruídos.

Mas pouco se sabia sobre esse mecanismo até o início dos anos 1990, quando Ohsumi fez uma série de experimentos com levedura para identificar os genes envolvidos na autofagia. Ele compreendeu os mecanismos da autofagia na levedura e mostrou que um processo similar ocorria nas nossas células.

As descobertas de Ohsumi permitiram entender a importância da autofagia em processos como a adaptação à fome e a resposta a infecções. A autofagia está envolvida em vários processos, como o câncer e as doenças neurológicas. Além disso, mutações nos genes responsáveis pela autofagia podem levar ao surgimento de doenças.

“Fiquei surpreso. Estava em meu laboratório”, disse Ohsumi ao saber que tinha sido laureado com o Nobel, segundo a organização do prêmio.

Nobel de Medicina

O Nobel de Medicina é oferecido desde 1901 e já reconheceu o trabalho de mais de 200 pessoas. Não há premiações póstumas.

O pesquisador mais novo a receber esse Nobel foi Frederick G. Banting, que tinha 32 anos em 1923, pela descoberta da insulina.

Por nove vezes, o prêmio – que ganhou esse nome em homenagem ao inventor da dinamite, Alfred Nobel – não foi anunciado: em 1915, 1916, 1917, 1918, 1921, 1925, 1940, 1941 e 1942.

Medicina é sempre a primeira área valorizada com o Nobel a cada ano. Nesta terça-feira (4), será anunciado o de Física, na quarta (5) o de Química, e na sexta (7) o da Paz. O de Economia será anunciado na segunda-feira da próxima semana (10).

Os vencedores são geralmente informados pelo júri no dia do anúncio oficial e não há uma lista de concorrentes disponível previamente, o que torna a divulgação sempre uma surpresa – embora haja favoritos.

Comentarios

Más popular

Arriba