Otros

ITAQUIRAÍ – Genro mata e arrasta corpo de sogro por mais de 3 km na MS-487

O corpo de Francisco Barreto da Silva, de 56 anos, foi localizado na manhã desta quinta-feira (24), jogado em meio da pista da MS-487 que liga Naviraí ao Porto Camargo no estado do Paraná.

Francisco estava com vários ferimentos na parte de traz (Costas, pernas e nádegas) do corpo, devido ter sido arrastado por uma estrada de chão antes de ser deixado na rodovia.

Segundo o boletim de ocorrência Francisco era morador no assentamento Santo Antonio no município de Itaquiraí, onde residia juntamente com sua filha seu genro e netos.

Na tarde de ontem (23), Francisco teve um desentendimento com seu genro Jose Eduardo da Silva, de 30 anos. Após a discussão, Jose Eduardo teria deixado a casa do sogro, levando sua mulher e seus quatro filhos, para outro sitio no assentamento, onde reside sua irmã. Após deixar a família na casa da irmã, Jose Eduardo saiu dizendo que iria para Naviraí pegar o resta da mudança, porém ele retornou a casa do sogro, onde após discutirem novamente, entraram em luta corporal.

Jose Eduardo teria batido no sogro até a morte, e em seguida teria amarado uma corda em seu pescoço e arrastado o corpo com seu veículo, por cera de 3 km, por uma estrada de chão até chegar à MS-487, onde deixou o corpo e fugiu para Naviraí.

Por volta das 2h20m, da madrugada desta quinta-feira (24), a Polícia Militar de Naviraí abordou o condutor de um veículo Gol de cor bordo, que transitava pela avenida Amélia Fukuda em zig-zag. O condutor do veículo ao ser abordado foi identificado como sendo Jose Eduardo da Silva, de 30 anos, que o ser convidado para fazer o teste de bafômetro obteve o resultou em 0,69 mg/l constando assim sua embriagues. Sem saber que Jose Eduardo teria cometido o homicídio no município de Itaquiraí, os policiais militares o encaminharam para o 1º DP (Delegacia de Policia Civil), onde ele foi autuado por embriagues ao volante.

Na manhã desta quinta-feira (24), após o corpo ser encontrado, os investigadores da Polícia Civil ouviu algumas testemunhas que apontaram Jose Eduardo como autor do homicídio. Em contato com a 1ª DP de Naviraí, os investigadores de Itaquiraí constataram que Jose Eduardo encontrava-se preso.

Ao ser questionado sobre o ocorrido, Jose Eduardo teria confessado do crime, dizendo que o fez, pois seu sogro durante a tarde quando tiveram uma discussão, teria puxado uma faca dizendo que iria matá-lo. Jose Eduardo, que já havia sido autuado em flagrante por embriaguez ao volante, ao ser autuado também pelo crime de homicídio qualificado, disse não estar arrependido pelo que fez. Jose Eduardo está preso na delegacia de Naviraí de onde deve ser transferido para o Presídio local.http://internacionalnews.com/
PUBLICIDADE
anuncie7

Comentarios

Más popular

Arriba