Otros

Investigação mostra que desvios em obras públicas chegam a R$ 8 milhões

Investigação mostra que desvios em obras públicas chegam a R$ 8 milhões

A Operação Meteoro, deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (10), na cidade de Jaraguari, mostra que as investigações iniciaram há um ano e mostra que os desvios em obras públicas chegam em R$ 8 milhões, de acordo com informações divulgadas pelo site Correio do Estado.

Ao todo, 20 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na prefeitura, Câmara Municipal, casa e gabinetes de vereadores, casa do prefeito e comércios.

Consta ainda que as investigações iniciaram após denúncia de desvios de recursos públicos e fraude em licitação chegou até a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco). Desde então a polícia identificou desvios do montante.

A delegada Ana Claudia Medina, responsável pela investigação, explicou que teve autorização do Tribunal de Justiça para dar seguimento à investigação, já que o prefeito Vagner Gomes Vilela (PDT), assim pelo menos outros três vereadores também se envolveram no esquema e estão entre os alvos da operação.

O esquema

De acordo com a investigação, o esquema funcionava da seguinte forma, o prefeito e 15 empresas instaladas no município criaram esquema e os empresários eram favorecidos em processos licitatórios, sendo que muitas empresas eram de parentes do prefeito.

Entre as empresas, segundo exemplo citado pela delegada, uma borracharia, que pertence a um parente do prefeito. Antes de Vilela ser eleito, o convênio da administração com a borracharia era de R$ 13 mil ao ano, em 2012 quando foi eleito prefeito, os repasses para a empresa do parente saltaram para R$ 170 mil por ano.

Entre os investigados pela polícia está ainda o sogro do prefeito, que segundo a delegada, ele lavava o dinheiro proveniente do esquema comprando e vendendo gado. Já a primeira dama da cidade, a mulher de Vagner, chegou a ser presa no começo do ano passado por usar cartão de um aposentado de 88 anos para sacar benefícios sociais.

As irregularidades na cidade também envolviam vereadores, funcionários fantasmas, pois eram nomeados em cargos públicos, mas não apareciam para trabalhar.

Município

Jaraguari possui 6,8 mil habitantes e é a 64ª do Estado em população. No ano passado recebeu repasse do Governo do Estado no valor de R$ 6,4 milhões.

Os recursos envolvem impostos como o ICMS, FIS e IPVA. Só nos primeiros sete meses deste ano, o Governo já repassou mais de R$ 10 milhões para Jaraguari.

Os valores desviados no esquema de obras públicas impressionam se comparados ao tamanho da cidade.

Comentarios

Más popular

Arriba