Otros

IGUATEMI LIVRE DE HOMICÍDIOS E QUEDA DO NÚMERO DE ROUBOS.

IGUATEMI LIVRE DE HOMICÍDIOS E QUEDA DO NÚMERO DE ROUBOS.
ESTÃO AÍ OS RESULTADOS DE UM PRIMEIRO SEMESTRE DE MUITO TRABALHO!
BALANÇO – 1º Semestre de 2016

Em uma análise dos crimes que mais afetam a sociedade, quais sejam, os crimes com resultado morte e os crimes contra o patrimônio, constata-se que praticamente todos os índices de criminalidade foram reduzidos.
NENHUM HOMICÍDIO REGISTRADO
Não foi registrado homicídio nesse primeiro semestre. Ano passado foram 6 (seis) casos. Todos foram elucidados pela Polícia Civil.
100% de resolutividade: a taxa dos EUA, assim como do MS é de 73%.
Com certeza, esse índice de repressão repercutiu e repercutirá nos índices deste ano, devido a certeza da punição!
QUEDA DO FURTO DE VEÍCULOS E RESIDÊNCIAS
Os furtos de veículos e em residências felizmente.
Todos os furtos registrados são de motocicletas. A diminuição certamente foi fruto das prisões realizada em 2015 de 3 (três) autores desse tipo de crime, que permanecem recolhidos no sistema penitenciário.
Já em relação aos furtos em residência, um indivíduo suspeito da prática desse tipo de crime foi preso pela polícia civil em janeiro de 2016. Em março, outros dois foram surpreendidos furtando residência, motivo pelo qual também foram presos.
CAUSAS DO ACRÉSCIMO DE OUTROS TIPOS DE FURTOS
O crime de furto apresentou um pequeno acréscimo.
Como causa, podemos atribuir duas principais razões:
A primeira causa foi uma onda de furto de bicicletas praticadas nos meses de fevereiro a maio. Um adolescente foi apreendido e dois maiores presos em flagrante, bem como diversas bicicletas encontradas. Destaque-se aqui as atividades de patrulhamento desempenhadas pela Polícia Militar da cidade.
Tais ações repressivas e preventivas, bem como as orientações quanto aos cuidados básicos relativos à segurança patrimonial, adotadas pelos próprios donos dos bens, divulgadas no programa “Plantão Policial” da rádio Boa Nova FM certamente diminuirão esses índices no segundo semestre.
A segunda justificativa desse aumento do índice de furtos pode ser atribuída ao aumento da confiança da população na polícia. Isso mesmo! Muitas pessoas deixavam de registrar “pequenos furtos”, sob a alegação que seu problemas não seriam resolvidos. Com o resgate da confiança nas forças de segurança, os registros passaram a ser realizados. Hoje, qualquer que seja o valor do furto, o cidadão comparece na unidade policial e comunica o fato, o qual é investigado.
REDUÇÃO DOS ÍNDICES DE ROUBO
Importante destacar a queda do roubo (que é a subtração de pertences das vítimas na qual o autor se utiliza de violência ou grave ameaça).
Muito mais grave que o furto, o roubo causa intranqüilidade a toda e qualquer comunidade.
Em relação a esse crime, os Iguatemienses são cidadãos privilegiados, diante do baixíssimo índice comparado a outras cidades e regiões.
No início do ano, uma grande operação articulada pela Delegacia de Polícia de Iguatemi, batizada como “Operação Velozes”, resultou no desmantelamento de uma organização criminosa voltada a prática de roubo de caminhonetes em Iguatemi e na Região do Conesul. Os criminosos praticaram uma onda de assaltos e “seqüestros” que aterrorizaram à população de toda região. Seis pessoas foram presas, dois adolescentes internados e três caminhonetes recuperadas.
Outra organização criminosa também foi desfeita pelos policiais civis de Iguatemi. A Operação “Aliquam”, termo em latim cujo significado é “laranja”, utilizado para se referir a alguém que “empresta” o nome para ocultar a origem ou destinatário do dinheiro ilícito, identificou suspeitos de praticarem crime de falsidade ideológica perante o DETRAN. Três pessoas foram presas, 6 (seis) veículos baixos e 3 (três) semi-reboques foram “seqüestrados” pela Justiça para apuração da origem dos bens.
RECAPTURA DE CRIMINOSOS FORAGIDOS
Destaque também para recaptura de 4 (três) criminosos que estavam foragidos. 2 (dois) da Comarca de Iguatemi, um do Estado de Mato Grosso e outro do Paraná. Trata-se de importantes ações, considerando que muitos crimes são praticados por pessoas foragidas, que vivem à margem dos ilícitos, considerando as altas taxas de reincidência no país.
PUBLICIDADE:
CHOCA

AÇÕES DE CUNHO PREVENTIVOS E SOCIAIS
Ações de cunho preventivos e sociais também foram desenvolvidas por meio de um ciclo de palestras nas escolas estaduais da cidade: Foram três encontros com os pais e alunos em todas as escola estudais do nosso Município (Paulo Freire, 8 de maio e MAP), abordando temas referentes à educação: dever dos pais e papéis da escola e da polícia na educação. Também foram realizadas palestras em Escolas situadas em Assentamentos. A iniciativa do Conselho Comunitário de Segurança do nosso município, uniu além da Polícia Civil, a direção das escolas, professores, coordenadores, o Ministério Público, a Polícia Militar e o Conselho Tutelar, aproximando-nos dos alunos (crianças e adolescentes) e seus respectivos pais e responsáveis.
Aproveitando-se de um momento em que a Cadeia Pública de Iguatemi fora interditada por decisão judicial, as crianças do Projeto da Polícia Militar “Bom de Bola, Bom na Escola” e da Escola 8 de Maio visitaram à Delegacia de Polícia de Iguatemi , conhecendo a rotina e as instalações da Unidade. As crianças ainda conheceram a Cadeia Pública, que se encontra atualmente sem presos, vazia, conhecendo de forma educativa as sensações de alguém que possui sua liberdade perdida por ter praticado um crime.
O programa “Plantão Policial”, (Rádio Boa Nova FM – 106.9) com nosso querido Bolão também iniciou-se este ano. O objetivo principal traçado pelo programa foi aproximar a POLíCIA da COMUNIDADE de Iguatemi, trazendo ao conhecimento de todos os principais fatos e assuntos relativos à Segurança Pública. E deu certo! Tem sido de grande valia no combate ao crime, atuando principalmente com a prevenção através da informação. Todas as terças-feiras, o programa já teve 14 edições.
AÇÕES INTEGRADAS
Diversas ações integradas também foram realizadas pela Delegacia de Polícia de Iguatemi com outras unidades deste e de outros Estados, com a Polícia Militar e Polícia Federal. Destaque para participação nas operações “FORÇA UNIDA” e “GGIFRON”. A Operação “Força Unida”
realizada em Fevereiro, que contou com 20 equipes de policiais civis e federais de Naviraí e das cidades de Itaquiraí, Eldorado, Mundo Novo e Iguatemi.
As equipes cumpriram 26 mandados de buscas e apreensão que foram expedidos pelo Juiz da vara criminal de Naviraí. As buscas e apreensão foram realizadas em diversas residências da cidade, locais estes identificados como sendo possíveis pontos de vendas de drogas. Na operação foram apreendidas drogas devidamente preparadas para a venda, dinheiro entre outros petrechos utilizados para o tráfico de drogas.
A operação contou com mais de 70 Policiais dentre Civis e Federais. Já a Operação coordenada pela GGIFRON, policiais Civis da Delegacia de Polícia de Iguatemi e Eldorado uniram-se à Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e Receita Federal e realizaram operação coordenada pelo GGIFRON (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras). As ações concentraram-se na região conhecida como “Bar da Gorda”, próximo à entrada da Aldeia Porto Lindo. Ainda foram realizados patrulhamentos no Assentamento Tagros e Vilas situadas na linha internacional. Na Vila Carioca, policiais civis e federais se depararam com situação de violência familiar. Um adolescente foi surpreendido no momento em que agredia seus avós com pauladas e socos na cabeça. O menor foi contido, apresentado ao Delegado de Sete Quedas, o qual solicitou o internamento do adolescente, que foi decretado pelo Poder Judiciário de Sete Quedas. Outras equipes, também de diversas forças policiais, atuaram em pontos estratégicos, praticamente bloqueando a fronteira do Cone Sul, visando coibir o tráfico de drogas, contrabando, entrada de veículos furtados e roubados. Um helicóptero da Receita Federal foi utilizado durante a ação.
OPERAÇÃO “FRONTEIRA SEGURA”
Policiais Civis de Iguatemi realizaram bloqueios em períodos específicos e patrulhamento ostensivo na Rodovia MS-295, visando dar maior segurança e tranqüilidade à sociedade. Diversos automóveis, caminhões e ônibus foram abordados e checados. A Rodovia é considerada um dos locais de passagem de veículos que transportam drogas, contrabando e armas e também rota de automóveis furtados e roubados. Durante uma dessas ações, policiais civis de Eldorado e Iguatemi, em conjunto, em abril realizaram um cerco a um caminhão que estava transportando drogas e a um veículo Golf que estava sendo utilizado para função de batedor. Os veículos foram abordados no centro urbano de Eldorado e em vistoria ao caminhão, encontrada a droga, que pesada totalizou 1316kg (um mil, trezentos e dezesseis quilogramas). O motorista do caminhão e batedor confessaram a associação entre eles para o fim de praticar o tráfico.
CONCLUSÃO
São resultados positivos, que refletem não apenas o trabalho da Polícia Civil, mas também números alcançados em conjunto com os demais Órgãos de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (Polícia Civil, Militar e DOF), tão somente analisados no âmbito do nosso município.
Esperamos um próximo semestre ainda melhor. Trabalharemos com garra para isso, garantindo dessa forma a paz e a tranqüilidade da nossa população. E esperamos contarmos, cada vez mais, com a participação efetiva dos cidadãos de bem:
13537801_1567487896885885_73497656647413427_n
” SEGURANÇA PÚBLICA:
DEVER DO ESTADO,
RESPONSABILIDADE DE TODOS! ”
POLÍCIA CIVIL: SERVIR E PROTEGER!!!

Comentarios

Más popular

Arriba