Otros

Homem morre em confronto com a Polícia Militar em EldoradoS

Aeldes Pereira, de 68 anos, morreu durante troca de tiros com policiais militares, fato corrido na madrugada desse domingo, 23 de julho, na cidade de Eldorado, extremo sul do Estado.

Segundo consta na ocorrência policial, a PM havia recebido denúncia de populares informando que havia um indivíduo armado em uma região de chácaras, na periferia da cidade.

Quando se deslocava para atender ao chamado os policiais se depararam com um homem com as mesmas características, inclusive roupas, descritas pelos denunciantes, caminhando a pé pela rua, já no perímetro urbano.

De acordo com a Polícia Militar ao tentar abordar o indivíduo para checagem, segundo os policiais respeitando todos os métodos operacionais de abordem, Aeldes teria sacado a arma que carregava na cintura, posteriormente descobriu-se que se tratava de um revólver oxidado marca Taurus, calibre 38 e teria efetuado um disparo contra os policiais.

O projétil teria atingido a porta direita da viatura policial, rebalado e atingido a cabeça e parte da orelha esquerda do sargento PM Cleito Vlademir dos Santos.

De acordo com a PM após atirar contra a guarnição o indivíduo teria buscado abrigo em uma rua escura aos fundos de uma oficina mecânica.

Mesmo ferido o sargento e outro policial que estava em sua companhia, realizaram o cerco ao acusado, houve nova troca de tiros e Aeldes Pereira acabou morrendo no local ao ser atingido por um disparo de pistola calibre ponto 40, arma da carga da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul.

O sargento PM ferido na ação foi encaminhado para o Pronto Socorro de um hospital na cidade de Mundo Novo, distante cerca de 18 quilômetros de Eldorado, onde foi medicado e não corria maiores riscos.

O delegado de Polícia Civil, Dr. Thiago de Lucena e Silva, acompanhado por investigadores lotados na Delegacia de Polícia Civil de Eldorado esteve no local do confronto realizando os levantamentos de praxe e um inquérito policial deverá ser instaurado para apurar maiores detalhes do caso.

Segundo a polícia o revólver encontrado em poder do acurado estava com cinco projéteis no tambor, quatro deles já deflagrados, supostamente durante a troca de tiros com os policiais militares.

Fonte: A Gazeta News

Comentarios

Más popular

Arriba