Otros

Homem é flagrado com menina de 12 anos em motel de Amambai

Homem é flagrado com menina de 12 anos em motel de Amambai

Em depoimento vítima disse que já havia mantido relação sexual com o acusado e delatou um suposto esquema de aliciamento de crianças que ocorre na cidade.

Ramão Ailton Borges de Souza, de 57 anos. Ele foi flagrando com uma me nina de 12 anos em um motel da cidade, essa semana, em Amambai.

A Polícia Civil deverá abrir procedimento para investigar um suposto esquema de aliciamento de menores para fins de exploração sexual que vem ocorrendo na cidade, em Amambai.

O fato veio à tona a partir do depoimento de uma menina de apenas 12 anos, flagrada nessa quarta-feira, 20 de abril, em um motel da cidade na companhia de um homem de 57 anos.

O homem foi preso em flagrante, segundo consta no boletim de ocorrência, sob acusação de estupro de vulnerável, artigo 217 do Código Penal Brasileiro.
PUBLICIDADE:
agua glucha

O caso

Após receber denúncia que um homem havia entrado em um motel da cidade na companhia de uma menina menor de idade, a Polícia Militar acionou o Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente local e, acompanhada dos conselheiros, se deslocou até o estabelecimento indicado para realizar a averiguação.

De acordo com a PM, ao chegar ao local os policiais se depararam com o acusado, Ramão Ailton Borges de Souza, de 57 anos, em um dos quartos do motel.

Indagado, Ramão, que seria morador na região da Vila Cristina, em Amambai, teria dito aos PMs e aos conselheiros tutelares que estava só no quarto aguardando a chegada de uma mulher com a qual teria marcado um encontro.

Diante da negativa do então suspeito em relação a menor, os policiais, com a autorização da direção do estabelecimento, passaram a efetuar buscas e encontraram a menina em um quarto ao lado do qual o acusado foi abordado.

Pertences da jovem estavam no carro

Segundo a Polícia Militar, ao ser indagada a menina teria confirmado que, de fato teria vindo ao motel trazida por Ramão de Souza com o objetivo de fazer programa e inclusive seus pertences como pendrive, balas, doces e algumas moedas estavam no interior do carro do acusado.

Diante da situação, segundo a polícia, Ramão Borges de Souza teria confirmado que havia levado a menina ao motel, porém teria negado ter mantido relação sexual com ela.

Em depoimento na Delegacia de Polícia Civil, a menina teria relatado que, de fato, dessa vez não havia mantido relação com Ramão, tendo em vista que ela estava menstruada, mas já havia saído com o acusado na semana anterior e naquela ocasião teria ocorrido a conjunção carnal, ou seja, a relação sexual propriamente dita.

Segundo relatou a menina à polícia, ela já se prostituía, supostamente escondida da família, desde os dez anos de idade e desde então já saiu para fazer programa com vários homens em Amambai.

A jovem relatou em seu depoimento que regularmente cobra entre R$ 30,00 e R$ 50,00 por cada programa e metade desse valor vai para uma aliciadora.

Segundo contou a jovem à polícia, a mulher é quem tem os contatos e acerta a contratação e o valor dos programas com os “clientes”.

De acordo com a Polícia Civil de Amambai, Ramão Ailton Borges de Souza foi autuado em flagrante pelo crime de “estupro de vulnerável” e permanece preso à disposição da Justiça.

De acordo com o artigo 217 de Código Penal Brasileiro, caracteriza estupro de vulnerável manter relação sexual ou ato libidinoso (manipulação erótica), com menor de 14 anos, mesmo que tenha o consentimento da vítima.

A pena para esses casos, em caso de condenação, varia entre 8 e 15 anos de prisão, segundo o Código Penal.

Fonte: A Gazeta News
PUBLICIDADE.
1976966_720908911263812_783569092_n

Comentarios

Más popular

Arriba