Otros

Granizo danifica mais de 2,5 mil residências em 12 cidades do RS

Uma família precisou sair de casa em Canela, por risco de deslizamento. Defesa Civil monitora situação após temporal entre quarta (13) e quinta (14).
ssssssssssssssssssssss4-400x300

sssssssssssssssssssssssssssssssssss3
A Defesa Civil do Rio Grande do Sul contabilizou 2.563 casas ou edificações atingidas pelo temporal de granizo entre a noite de quarta (13) e a manhã da quinta-feira (14).

Segundo boletim divulgado no fim da tarde da quinta (14), 12 cidades registraram estragos devido ao fenômeno.

Uma família precisou deixar sua moradia em Canela, na Serra gaúcha, devido ao risco de deslizamento.

Somente em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, 1,5 mil residências tiveram danos. A cidade já havia sido atingida por um temporal no início da semana. Na ocasião, o município decretou situação de emergência.

São Leopoldo e Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, também foram fortemente atingidas pelo granizo. Em cada um dos municípios, a Defesa Civil contou 300 casas com prejuízos.
PUBLICIDADE:
tacuru x

Novo Hamburgo decretou situação de emergência. Cerca de 22 mil metros de lona foram distribuídos e mais 10 mil metros foram solicitados. A prefeitura pede doação de lonas ou telhas. Para ajudar, o endereço é a sede da Defesa Civil, junto a Guarda Municipal (Rua Bento Gonçalves, esquina com a Rua Três de Outubro, bairro Pátria Nova).
A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil segue monitorando os danos causados pela chuva de granizo. O órgão está monitorando novas ocorrências. Emergências devem ser comunicadas por meio do telefone 199.

Ainda na noite de quarta (13), as cidades de Água Santa, no Norte, e Igrejinha, no Vale do Paranhana, foram atingidas pelo temporal de granizo e tiveram danos em ao menos 100 casas.

Não-Me-Toque, também no Norte, também foi fortemente atingida. De acordo com a Defesa Civil do município, nunca houve tanto gelo acumulado na cidade. Pelo menos 10 casas foram destelhadas e o trânsito ficou bloqueado em várias ruas. Lonas foram distribuídas aos moradores durante a noite e madrugada.

Em Soledade, o granizo voltou a provocar estragos pela segunda vez na semana. O município está fazendo um novo levantamento da situação. Os prejuízos se concentram no interior da cidade. Ainda teve registro de granizo em Coxilha, Vitor Graeff, Coronel Bicaco e Tio Hugo.

Bagé, na Campanha, teve chuva de granizo na zona rural por volta das 15h30. No interior de Dom Pedrito, na mesma região, um morador disse ter tido o para-brisa do carro trincado e a lataria amassada pelas pedras de gelo.
Canoas, a cerca de 15 km de Porto Alegre, também teve temporal. Foram atendidas 10 famílias, que solicitaram lonas. No entanto, não há registro de desabrigados.
PUBLICIDADE:
CHOCA

Já nesta quinta (14), por volta das 7h30, choveu granizo em Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo. A área mais atingida foi o interior do município, conforme relatos de moradores. Ao todo, 214 casas tiveram danos. Os maiores prejuízos são buracos nos telhados, provocados pelas pedras.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há previsão de queda de granizo ao longo desta quinta-feira (14) entre o Centro e o Norte do estado. Aos poucos as instabilidades vão se afastando e até o fim da noite não deve chover mais no Rio Grande do Sul. A partir da madrugada de sexta (15), a frente fria se descola para os estados de Santa Catarina e Paraná.

Fotos: Leonardo Savaris, Fabiana Gonçalves/RBS TV e José Santos/Arquivo pessoal.

PUBLICIDADE:
13102735_1541264189510165_287631623338057708_n
Pneus,Pirelli,Alinhamento,Balanceamento,Caster,Revenda de Pneus,Cambagem
FACE BOOK. AQUI.
PEDRO JUAN CABALLERO – PARAGUAY..

Comentarios

Más popular

Arriba