Otros

Governo abre licitação para poder voar com avião doado por ministério

Governo abre licitação para poder voar com avião doado por ministério

Aeronave ainda não está em Campo Grande, justamente por falta de reparo
Doada pelo Ministério da Justiça, o avião modelo King Air, avaliado em R$ 2 milhões, passará por manutenção nos próximos dias. Nesta quarta-feira (01), o Governo de Mato Grosso do Sul lançou licitação para encontrar empresa que preste serviço de reparo na aeronave.

A doação da aeronave aconteceu este ano e servirá para atender viagens oficiais do governo, especialmente para Brasília. O modelo ainda está em na capital federal, segundo o comandante da Coordenadoria Geral do Policiamento Aéreo, coronel Rosalino Gimenez, justamente aguardando manutenção para vir para o Estado.

Conforme o extrato de hoje, o objeto é contratação de empresa de serviços de manutenção de aeronave modelo King Air, cuja data de abertura de proposta será em 13 de março deste ano, a partir das 8 horas. A manutenção anual dela deve girar em torno de R$ 70 mil.

Em 3 de fevereiro, foi publicado o extrato de doação com ônus da União para o Estado de avião bimotor King Air, modelo Beechcraft A 100, matrícula ANAC PP-FOY, com acessórios, para desenvolvimento de atividades técnicas e operacionais de interesse comum.

Conforme publicou na terça-feira (28) o Campo Grande News, sem nenhuma das seis aeronaves do governo funcionando, quatro aviões e dois helicópteros – fora o avião doado -, a expectativa é que, em um ano, todas estejam em condições e autorizadas a voar. Metade da frota precisa de manutenção obrigatória e a outra precisando de consertos.

Quando funciona – Os quatro aviões e dois helicópteros são utilizados para operações policiais, transporte de tropa para o interior, além de viagens oficiais do governador e do secretariado. Em caso de operações emergenciais, como quando houve um assalto em um banco de Sonora, o trâmite é reduzido e, em questão de, no máximo, três horas, a aeronave decola.

Quando a frota aérea estiver apta a voar, um dos aviões será destinado ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para fazer o policiamento aéreo ambiental. O helicóptero ficará para as rondas diárias da Polícia Militar e o restante reservada para viagens oficiais e outras demandas.

Em fevereiro, o Executivo Estadual contratou empresa por R$ 899 mil para reparo de aeronave.

Fonte: Campo Grandenews

Comentarios

Más popular

Arriba