Otros

Funeral em Chapecó movimenta mais de mil jornalistas e receberá Temer

Funeral em Chapecó movimenta mais de mil jornalistas e receberá Temer

Mais de mil jornalistas do mundo todo foram credenciados para fazer a cobertura do funeral das vítimas do acidente Aéreo do vôo da Chapecoense que matou 76 pessoas, na última terça-feira (29), previsto para este fim de semana. O evento deverá ser o maior da história de Chapecó.

Estarão presentes grandes personalidades, como o presidente da República, Michel Temer, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e o presidente da FIFA, Gianni Infantino. A cidade já está toda mobilizada, com a chegada de flores e carros funerários de diversas localidades.

A Arena Condá deverá receber 100 mil pessoas em seus arredores na manhã de sábado, o que representa mais da metade da população de Chapecó. Apenas 20 mil terão acesso à parte interna do estádio.

Emissoras como a CNN, Al Jazeera, a Rádio Caracol da Colômbia, jornais argentinos, além das principais agências de notícias internacionais estão posicionadas em Chapecó, além dos principais veículos de comunicação brasileiros e as emissoras locais.

Os corpos vão chegar na cidade entre 0h e 6h de sábado (3). A expectativa é que o presidente Michel Temer esteja presente no aeroporto para realizar um ato cívico e diplomático de recebimento dos corpos.

Após um cortejo pela cidade em caminhões, os caixões serão enfileirados na Arena Condá, embaixo de tendas. Por 45 minutos, os parentes próximos às vítimas poderão permanecer no local com privacidade. Depois da abertura para o público, a expectativa é que a cerimônia não demore muito mais que 2h.

Comentarios

Más popular

Arriba