Otros

Fundador do Facebook, Mark Zuckerberg vai tirar dois meses de licença paternidade

Fundador da empresa será pai pela primeira vez e publicou um post em sua própria página

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou que vai tirar dois meses de licença paternidade após o nascimento de sua primeira filha.

Zuckerberg fez o anúncio em sua própria página na rede social. Ele descreveu a decisão como “muito pessoal”.

Funcionários do Facebook nos Estados Unidos podem tirar até quatro meses de licença paternidade remunerada ─ tempo que pode ser usado de uma vez só ou durante o primeiro ano de vida da criança.

Em julho deste ano, Zuckerberg anunciou que ele e a mulher, Priscilla Chan, estavam esperando uma menina.

Ele não mencionou quem irá substitui-lo no comando da empresa durante sua ausência.

No post, ilustrado com uma foto de um carrinho de bebê e de seu cachorro, Zuckerberg, de 31 anos, afirmou que “estudos mostram que quando pais que trabalham tiram tempo para estar com os filhos recém-nascidos, os resultados são melhores para as crianças e para as famílias”.

No Brasil, a licença paternidade é remunerada e dura cinco dias a partir do nascimento do bebê. Já a licença maternidade é mais longa, de no mínimo quatro meses ou 120 dias corridos a no máximo seis meses, dependendo do tipo de ocupação da mulher.

Em março deste ano, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) apresentou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para a ampliação da licença-paternidade de cinco para 30 dias. O projeto prevê também ampliar a licença-maternidade para 180 dias para todos os casos.

PUBLICIDADE:
MERC ECONOMIA CARNES

Comentarios

Más popular

Arriba