Fronteira

FRONTEIRA:Homem é assassinado em frente a hospital e tiros atingem até ambulância

Aral Moreira (MS) – Cláudio da Silva Gomes, 35 anos, foi assassinado a tiros na noite dessa sexta-feira, 25 de março, em Aral Moreira.

O crime ocorreu por volta das 19 horas em um bar situado em frente ao Hospital e Maternidade Santa Luzia.

De acordo com o boletim de ocorrência, Cláudio da Silva Gomes estava em um bar situado em frente ao Hospital Municipal próximo a uma mesa de sinuca quando testemunhas afirmaram ter escutado dois estampidos (tiros), momento em que a vitima venho a cair ao solo.

Ainda segundo testemunhas, após o ocorrido avistaram um individuo correndo pelo meio da praça, no entanto não foi possível visualizar a sua identificação pelo fato do local estar pouco iluminado.

A vitima ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada ao Pronto Socorro.

PUBLICIDADE:
LILIAN

Uma das cápsulas calibre 12 encontrada pelos políciais próximo ao local do crime.
Próximo ao local onde ocorreu o crime, policiais encontraram dois cartuchos deflagrados de calibre 12, supostamente arma utilizada para cometer o crime.

Os disparos também atingiram uma ambulância que estava em frente ao Hospital Municipal, a cerca de quinze metros do local. Os disparos acabaram transfixando os vidros dianteiros de ambos os lados e a lanterna traseira do veículo.

A Autoria do assassinato ainda é desconhecida. O caso será investigado pela Policia Civil de Aral Moreira.

Mês já é considerado o mais violento

Esse mês de março já vem sendo considerado pelas autoridades policiais do município um dos mais violentos dos últimos anos. Com o crime ocorrido ontem, já chega a quatro o número de homicídios registrados somente neste mês em Aral Moreira e na Colônia Nova Virginia, cidade Paraguaia que faz divisa com o município. Destes três foram registrados no município e outro no país vizinho.

O primeiro caso foi registrado no dia 8 de março, quando Javier Marin Deltradex, de 71 anos, o Francês como era mais conhecido, foi abordado e executado a tiros de pistola 9 milímetros no momento em que chegava em sua fazenda, situada na Colônia Nova Virginia, no Paraguai, á bordo de sua caminhoneta.

Ainda não se sabe o que teria motivado o crime, já que o autor fugiu com a caminhoneta da vitima e acabou abandonando o veículo a cerca de 3 quilômetros do ocorrido.
PUBLICIDADE:
salto hotel elizabet

No dia seguinte, 9 de março, dois indivíduos que estaria a bordo de uma motocicleta assassinaram Atarcidio Farias Pereira, de 30 anos, com vários tiros também de pistola 9 milímetros.

Após cometerem o crime, os marginais fugiram tomando rumo ignorado.

O terceiro assassinato ocorreu no último dia 12 de março. Ramão Dias Sanguinea, de 30 anos foi executado a golpes de faca. O caso aconteceu na região central da cidade e o autor do crime também não foi identificado.

Nos três casos, os setores de investigação tanto da policia Brasileira como da Paraguaia estão trabalhando para elucidar os crimes.
aralmoreiranews.com.br
PUBLICIDADE:
banner-anuncie

Comentarios

Más popular

Arriba