Brasil

Fluxo nas rodovias de MS é intenso e é preciso atenção dos motoristas

Fluxo nas rodovias de MS é intenso e é preciso atenção dos motoristas

Com a chegada do fim do ano, estima-se um aumento de pelo menos 40% no fluxo de veículos nos dias de maior movimentação, saída e retorno nas rodovias de Mato Grosdo Sul e, com o aumento dos deslocamentos rodoviários devido às festas de fim de ano aumentam também os riscos e os números de acidentes de trânsito nas rodovias e com isso é preciso muita atenção por parte dos motoristas.
PUBLICIDADE:
anuncie7

Somente nesta quarta-feira (23), por exemplo, a CCR MSVias, concessionária responsável por administrar a BR 163 no Estado, registrou fluxo médio de 4 mil veículos por hora entre às 08h e 13h.

Segundo o inspetor da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Márcio Leite, a tendência é de que a movimentação continue intensa pelo menos até o meio-dia desta quinta, véspera de Natal.

O inspetor lembra que além dos cuidados recomendados em decorrência do aumento no fluxo de veículos, os condutores precisam ficar atentos a algumas situações atípicas.

Ele cita como exemplo a interdição no KM 49 da BR 163 entre as cidades de Itaquirai e Eldorado por conta dos estragos provocados pelas chuvas do início do mês.

Segundo ele, os motoristas precisam utilizar desvio pela MS 180 que saí do município de Juti e segue até Eldorado. O desvio é somente para veículos de passeios.

O PRF lembra que além de ficarem atentos aos pontos de interdição, os motoristas precisam redobrar os cuidados com animais, principalmente no período noturno.
PUBLICIDADE:
11866463_976962135658487_3377937721706357609_n
Ele ressalta que a travessia de animais na pista é frequente em todas as rodovias, mas com maior intensidade na BR 262, sentido Corumbá. “Quem for em direção a Corumbá, Bonito e outros municípios do Pantanal precisam ficar atentos com os bichos”, disse.

Recomendações – A checagem das condições do automóvel é fundamental, mesmo quando as distâncias percorridas são pequenas. Faróis conferidos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia.

O motorista deverá se informar sobre as distâncias que percorrerá, as condições do tempo em sua rota, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada e principalmente, planejar os horários e rodovias do seu percurso para evitar os congestionamentos típicos de feriados prolongados.

O condutor deverá programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora.
PUBLICIDADE:
12376237_1047183815340221_1372503924373415055_n
Evitar circular à noite. Além da redução da visibilidade, é o horário que os delinquentes mais se aproveitam para a prática de crimes. Ademais, em caso de pane, o socorro mecânico é sempre mais lento;
Considerações sob chuva – É importante ficar alerta desde o início da chuva, quando a pista, geralmente, fica mais escorregadia, devido à presença de óleo, areia ou impurezas;

Operação nas estradas – A PRF iniciou na sexta-feira, 18, a Operação “Rodovida”. O principal objetivo da ação, que segue em todo o país até 14 de fevereiro, é reduzir a quantidade de acidentes graves nas rodovias federais e, com a integração com outros órgãos, nos demais trechos críticos próximos a essas rodovias, sejam elas estaduais ou municipais.

A ação nacional é voltada para a prevenção e redução de acidentes de trânsito nas rodovias federais durante os feriados de fim de ano, férias escolares e Carnaval, períodos característicos pelo aumento do fluxo de veículos e de passageiros nas estradas brasileiras.

Fonte: Campo Grandenews
PUBLICIDADE:
TONY MOVEIS 2015

Comentarios

Más popular

Arriba