Marketing

Famosas ganham mais de R$ 100 mil com selfies por mês; veja

Nicole Bahls, Juju Salimeni, Carol Narizinho e Renata Molinaro transformaram suas redes sociais em canais mais lucrativos do que imaginamos.
Para algumas pessoas, o Instagram deixou de ser, há tempos, somente uma rede social para dividir fotos e virou um canal para lá de lucrativo. Além das já batidas blogueiras, há também as celebridades e subcelebridades que faturam em cima de suas imagens e embolsam mais de R$ 100 mil por mês publicando selfies e dizendo o quanto amam este e aquele produto. E, se este tipo de mercado está tanto em expansão, é porque de um lado estão as famosas, de outro estão as empresas que chegam mais rápido aos clientes com este tipo de publicidade e, claro, há ainda o público, que consome praticamente tudo que as estrelas da TV dão o seu aval.
Entre globais e panicats , grifes disputam um clique nas redes sociais destas mulheres. Tem espaço para muita moda , roupa de ginástica, clínica de estética, cabeleireiro, maquiador, marca de sapatos, produtos fitness, suplementos alimentares e vários outros itens. Apesar de todas elas aprovarem pessoalmente os produtos que postam, nunca é demais o consumidor ficar avisado de que, mesmo que as famosas usem as marcas que postam, aquela foto tem, acima de tudo, uma clara intenção comercial e publicitária. Sendo assim, então quanto vale sua “curtida”? O Terra foi atrás de algumas musas da TV brasileira que transformaram suas redes sociais em um rico canal e lista quanto custa cada post:
juju-salimeni

Desde que deixou o palco do Pânico na Band , Renta Molinaro tem se dedicado exclusivamente a um blog que leva seu nome e fala de beleza, estética, exercícios físicos e dicas de alimentação. Aliado ao blog, estão as redes sociais que representam grande parte dos lucros. Segundo a assessoria de Renata, ela aprova todos os produtos antes de publicar qualquer coisa sobre eles e também mantém o estilo “natural” das fotos, tudo para deixar o cliente mais próximo e imprimir a ideia de que todos os produtos fazem parte de sua rotina. Em média, ela faz 16 postagens patrocinadas por semana e elas custam às empresas anunciantes entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. Se cada uma destas fotos foram publicadas pelo valor mínimo cobrado, Renata terá recebido, em média, R$ 128 mil no fim do mês.
Nicole Bahls tem construído uma pequena fortuna com os posts patrocinados na web. A modelo, que ficou famosa por sua participação no Pânico na TV , passou pelo reality show A Fazenda na Record, voltou para o Pânico na Band e agora se prepara para estrear um programa sob o comando de Marlene Mattos no canal E+, dedica boa parte do tempo aos posts. Cada publicação custa entre R$ 4 e R$ 15 mil. “Escolho as marcas com ajuda da minha mãe e de preferência cores sem muitas estampas e não muito curtas’, explicou.
renata-molinaro
A panicat Carol Narizinho faz mais a linha “blogueira de moda”. O estilo das fotos são mais produzidos do que os selfies diante do espelho. Após aprovar os produtos – roupas em sua maioria -, cada post na rede social pessoal da modelo vale entre R$ 1 mil e R$ 3 mil. Em média, são 10 anunciantes por semana. Logo, se todos os clientes pagarem o valor máximo por cada foto, a panicat terá recebido R$ 30 mil no final de sete dias.
carol-narizinho
Mesmo com estas exigências e sempre mediante o aval da apresentadora, os clientes disputam um espaço nas redes sociais de Nicole – que têm 1,9 milhões de seguidores. Segundo ela, este tipo de postagem não tem uma frequência definida. “Tem dias que faço três e às vezes nenhuma”, diz. Mas, supondo que Nicole feche apenas três posts semanais por R$ 15 mil cada um, sua conta estará R$ 180 mil mais recheada no fim do mês.

nicole-bahls

Comentarios

Más popular

Arriba