Otros

Família enterra com proteção policial homem executado no velório de irmão

Enterro ocorreu na manhã de hoje, em Ponta Porã, onde mora a família.

A família de Luis Antonio Maciel o enterrou com proteção policial, na manhã desta quinta-feira (7). O apoio das policias Militar e Civil foi solicitado por medo, já que Luis foi executado durante o velório do irmão Francisco Assis Maciel da Cunha, de 55 anos, que acontecia durante a manhã dessa quarta-feira, na Pax Primavera, no Centro de Ponta Porã.
PUBLICIDADE:
banner-anuncie

De acordo com o delegado Jarley Inácio, responsável na investigação, devido a pedido da família, ontem o velório ocorreu sob apoio de policiais e hoje o cortejo e enterro também foram acompanhados por servidores da segurança pública. “Estão muito assustados e pediram o nosso auxílio”, pontuou.

Sobre o assassinato de Luis, o delegado acredita que esteja relacionado a acerto de contas antigo. “Ele estava em liberdade condicional por ter sido condenado a tráfico de drogas. Segundo a família, desde que saiu da prisão, ele não teve mais envolvimento com o crime e tinha uma empresa em Caracol. Suspeitamos que o motivo possa ter a ver com inimizades dele no passado”, declarou.

Ainda de acordo com a autoridade policial, Luis morava em Campo Grande e estava na cidade de Ponta Porã para o enterro do irmão. Não está descartado que o mentor tenha encomendado que a morte de Luis ocorresse na cidade que fica na fronteira com o Paraguai por causa da facilidade na fuga. Luis foi executado a tiros, na frente da funerária, por dois homens que ocupavam moto e fugiram para o país vizinho.CORREIO DO ESTADO

PUBLICIDADE:
20160301021047

Comentarios

Más popular

Arriba