Brasil

Falsa grávida é flagrada com cocaína e diz que foi contratada por presidiários

A acusada, de 21 anos, confessou que pegou a droga em Ponta Porã e a levaria para Capital

Julli Silva de Oliveira, de 21 anos, foi presa ontem (14) à noite, escondendo cocaína em uma barriga falsa. O fato ocorreu na Avenida Gury Marques, em Campo Grande (MS).

Após denúncia anônima, policiais da Rondas Ostensivas Táticas e Ações de Choque (Rotac), foram averiguar o fato.

Durante abordagem num ônibus, que fazia itinerário sentido Ponta Porã/Campo Grande, a polícia revistou os passageiros e desconfiou do nervosismo de duas mulheres.
POOO
De acordo com a polícia, Maria de Fátima da Silva de Oliveira, de 50 anos, foi questionada sobre a gravidez da filha, Julli. Elas confessaram que na barriga falsa havia cocaína. A droga totalizou 3,1 quilos.

As acusadas confessaram que pegaram a droga em Ponta Porã e que o destino era Campo Grande. Segundo elas, o transporte foi encomendado por internos do presídio. A droga seria entregue próximo ao terminal rodoviário da Capital.

A Polícia foi ao local da entrega e prendeu Edgar Rodrigues Espíndola de Ataíde, 20 anos, Pedro Augusto Teixeira Targino, 22 anos, José Francisco Cassemiro de Faria, 35 anos e Lucas Cardoso, 20 anos.

CORREIO DO ESTADO

Comentarios

Más popular

Arriba